Crônicas do Rio, cenas de um local bestial

Acabara de receber o primeiro salário, estava exultante. Sentia sua família orgulhosa, aliviada, o menino encaminhado na vida. Chamou os amigos para comemorar a façanha, não era mais um menino, ganhava dinheiro, recebia um salário.

Por  GUSTAVO GOLLO, do GGN

Sábado à noite, grana no bolso, faria valer a labuta cumprida durante o mês. Um imenso orgulho em pagar o lanche para os amigos o inundava, traria um sanduíche, também, para a irmã menor.
Foram de carro, mas, havia a polícia.

– O que é aquilo? 5 neguinhos em um carro? Só podem ser traficantes. Fuzila!

Da suspeita, brotam dezenas de tiros. Assassinaram os neguinhos. Polícia de favela é assim. Uma suspeita, e lá se vão 5 meninos.

Roberto de Souza Penha, 16, Carlos Eduardo da Silva de Souza, 16 , Cleiton Correa de Souza, 18, Wilton Esteves Domingos Junior, 20 e Wesley Castro Rodrigues, 20 . Assassinados por policiais na noite de sábado (28).

+ sobre o tema

Luciana, triste tradição

Na histórica condenação dos oito militares do Exército Brasileiro...

“Não vejo racismo em propaganda de azeite”, diz líder negro

Ana Cláudia Barros O coordenador nacional da União de...

Justiça absolve torcedores acusados de racismo e fala em ‘ira justificável’

O Tribunal de Justiça de Minas Gerais absolveu dois...

Pornografia infantil não é ficção

Hélio Schwartsman ("Ficção ou realidade?", 7/2) defendeu neste espaço a seguinte "solução"...

para lembrar

A Ideologia do branqueamento: tudo que você precisa saber

Toda vez que me proponho a falar sobre um...

Cresce o número de sites que pregam o racismo e ataques terroristas

De acordo com o relatório "Digital Terrorism and...

“O Egoísmo”, por Mia Couto e Agualusa

No dia em que a Europa interditou os voos...
spot_imgspot_img

Como é a vida para as mulheres no último país da África sob colonização

Ainda hoje há um país africano colonizado. O Saara Ocidental está ocupado pelo Marrocos desde 1976, depois de quase 90 anos de invasão espanhola, e esteve em guerra...

Revolucionário, mas não é para todos

Passei os últimos dias pensando no significado e na profundidade de uma postagem que li numa rede social contendo a afirmação: "Descansar é revolucionário!"....

‘Nossa missão é racializar as políticas públicas em todo país’

Nomeado recentemente  como novo secretário de gestão do Sistema Nacional de Promoção da Igualdade Racial (Sinapir), o jornalista baiano Yuri Silva tem uma tarefa...
-+=