quarta-feira, julho 6, 2022
InícioQuestão RacialViolência Racial e PolicialCrônicas do Rio, cenas de um local bestial

Crônicas do Rio, cenas de um local bestial

Acabara de receber o primeiro salário, estava exultante. Sentia sua família orgulhosa, aliviada, o menino encaminhado na vida. Chamou os amigos para comemorar a façanha, não era mais um menino, ganhava dinheiro, recebia um salário.

Por  GUSTAVO GOLLO, do GGN

Sábado à noite, grana no bolso, faria valer a labuta cumprida durante o mês. Um imenso orgulho em pagar o lanche para os amigos o inundava, traria um sanduíche, também, para a irmã menor.
Foram de carro, mas, havia a polícia.

– O que é aquilo? 5 neguinhos em um carro? Só podem ser traficantes. Fuzila!

Da suspeita, brotam dezenas de tiros. Assassinaram os neguinhos. Polícia de favela é assim. Uma suspeita, e lá se vão 5 meninos.

Roberto de Souza Penha, 16, Carlos Eduardo da Silva de Souza, 16 , Cleiton Correa de Souza, 18, Wilton Esteves Domingos Junior, 20 e Wesley Castro Rodrigues, 20 . Assassinados por policiais na noite de sábado (28).

Artigos Relacionados
-+=