Fala a verdade: Você quer que jovens negros e pobres se explodam

Você foi às ruas pelas Diretas Já.
Parou cidades contra Collor.
Apoiou a redução no preço da passagem.
Reclamou da corrupção no governo do PT.

Foto: Flávio Florido

Por Leonardo Sakamoto, No Blog do Sakamoto 

 

Afinal, o país é seu.

Mas se suspira aliviado diante da morte de mais cinco jovens pobres e negros pelas mãos da polícia ao saírem para se divertir e, rangendo os dentes, pensa: “Menos cinco para nos roubar”…

E se vê tomado de um tesão incontrolável ao assistir, na internet, um policial bater em um estudante que ocupou uma escola na periferia para protestar contra seu fechamento e, rangendo os dentes, pensa: “Vagabundo. Vai trabalhar!”…

Certamente, você acha que o país é seu. E de mais ninguém.

Não creio que exista um céu para onde você ou eu possamos ir depois que tudo isso acabar.

Quanto ao inferno, desculpe a franqueza: você já vive nele. E quer levar todos consigo.

+ sobre o tema

A definição da Consciência Negra – Por: Steve Biko

Redigido provavelmente em dezembro de 1971, este escrito destinava-se...

Crianças do Complexo da Maré relatam violência policial

“Um dia deu correria durante uma festa, minha amiga...

para lembrar

Abel Neto relata que é vítima de ofensas racistas em estádios brasileiros

Com a presença da atleta transgênero Isabelle Neris, jogadora...

Brasil atrasa 12 anos e lista ações antirracismo à ONU sem gestão Bolsonaro

Com um atraso de doze anos, o Brasil submeteu...

O Real – Dois Extremos

Em meio à grande violência policial contra negros e...
spot_imgspot_img

‘A escola precisa naturalizar a cultura negra’, diz autor de ‘O Avesso da Pele’ que estará no Festival LED

Autor de “O Avesso da pele” e um dos convidados do Festival LED, nos dias 21 e 22 deste mês, Jeferson Tenório lembra com...

Educação escolar de negros com deficiência é marcada por capacitismo e racismo

Apesar da acessibilidade ser um direito garantido por lei para as pessoas com deficiência, a falta de ambientes acessíveis foi um dos principais problemas...

Em ‘Sitiado em Lagos’, Abdias Nascimento faz a defesa do quilombismo

Acabo de ler "Sitiado em Lagos", obra do ativista negro brasileiro Abdias Nascimento, morto em 2011, no Rio de Janeiro. A obra, publicada agora pela...
-+=