Leticia Sabatella compartilha nas redes a primeira situação de assédio que sofreu

Atriz aderiu à campanha #PrimeiroAssédio e relatou episódio de que foi vítima quando tinha cerca de doze anos de idade; confira

Na Revista Fórum 

A atriz Leticia Sabatella aderiu, na manhã desta quarta-feria (28), à campanha#PrimeiroAssédio, lançada na semana passada pelo coletivo feminista Think Olga em resposta aos comentários com conotação sexual direcionados a uma participante do programa MasterChef Júnior, da TV Bandeirantes.Em sua página oficial no Facebook, Sabatella contou como se deu a primeira situação de assédio de que foi vítima, quando tinha cerca de doze anos de idade. Confira o relato:

Eu devia ter 12 anos. Voltava de ônibus da aula de Ballet, no Teatro Guaíra. Descia na rua da minha casa, umas duas grandes quadras antes, acostumada a esse caminho.

A rua deserta e larga , de calçadas largas, casas com jardins e portões distantes da rua, eu pela calçada, passarinhos e silêncio.

Um carro, um corcel vermelho, vinha pela rua ampla, reta e longa, parou à minha altura, eu na larga calçada mais próxima aos jardins das casas do que da rua, perguntou-me “-Qual o nome dessa rua?”

-Raphael Papa.

-“Hein? Não consigo ouvir.

Eu falei mais alto e, de algum modo ele fez com que eu me aproximasse do carro para que ele conseguisse “ouvir e entender” direito .

Foi então que percebi seus olhos verdes avermelhados e estatelados, um pau gigantesco em suas mãos, o olhar doente e pessimamente intencionado!

A rua deserta, ainda uma longa distância até minha casa.
Olhando fixamente em seus olhos, dei passos precisos, sem pressa, pra trás, peguei, sem tirar os olhos dos dele, um tijolo de um montinho de construção, atrás de mim e fiquei parada, pronta para o que viesse.

Ele ainda exitou, antes de partir lentamente , seus olhos em mim, eu o vi descer a rua ao longe , virar o carro e ainda voltar na minha direção, passando novamente pelo ponto onde eu o ameaçava com meu olhar fixo em seus movimentos, o tijolo na mão.

Quando o vi desaparecer da minha vista, corri até minha casa, coração a mil, um nojo daquilo, a minha forma de medo.

A gratidão pelo tijolo da construção.


‪#‎meuprimeiroassedio‬

+ sobre o tema

O retorno do goleiro Bruno, entre a ressocialização e o cinismo

Atleta condenado pelo assassinato de Eliza Samudio é novamente...

Conectas cobra apuração rígida de mortes provocadas por ação da PM

Operação em Paraisópolis evidencia descaso da segurança pública com...

Pandemia amplia canais para denunciar violência doméstica e buscar ajuda

Entre as consequências mais graves do isolamento social, medida...

para lembrar

spot_imgspot_img

‘Não’ é ‘Não’, inclusive na igreja

No dia 29 de dezembro, o presidente Lula sancionou a lei do protocolo "Não é Não" (lei 14.786/2023), que combate violência e assédio sexual contra mulheres...

Lula sanciona lei que protege mulheres de violência em bares e shows

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva sancionou a lei que cria o protocolo Não é Não, mecanismo de combate ao constrangimento e à...

Menina de 15 anos é vítima de estupro coletivo na noite de Natal; amigos são suspeitos, diz polícia

Uma adolescente, de 15 anos, foi estuprada na madrugada de Natal, 25 de dezembro, em Campo Grande (MS). De acordo com a polícia, os suspeitos...
-+=