Guest Post »

L’Oréal é condenada por racismo na França

Por Guilherme Neto, do Mundo do Marketing

A L´Oréal foi condenada pela Suprema Corte da França a pagar uma multa de 60 mil euros (R$ 164 mil) por racismo na estratégia de promoção do produto Garnier Fructis Style em supermercados no ano 2000. Na época, através da agência de recrutamento de promotoras Adecco (também multada no mesmo valor), a marca teria requisitado apenas mulheres “BBR”, um acrônimo para “bleu, blanc, rouge” (azul, branco e vermelho). A sigla significaria no mercado local um código para indicar apenas aqueles que são brancos e descendentes de franceses.

No ano passado, a marca já havia gerado um boca-a-boca negativo por alegações de que teria adulterado a imagem da cantora Beyonce Knowles tornando sua pele mais clara em um anúncio (abaixo), o que a empresa nega. Sobre a multa, a L’Oréal afirma estar desapontada e que rejeita as acusações, enfatizando que “o respeito de individuais é um de seus valores fundamentais”.

A acusação de racismo partiu da ONG Sos Racisme, que afirma que apenas 4,65% das promotoras eram negras, asiáticas ou arábicas, apesar desses grupos cobrirem cerca de 39% das potenciais candidatas. A entidade receberá metade da multa aplicada.

matéria original: http://www.mundodomarketing.com.br/5,10128,l-oreal-e-condenada-por-racismo-na-franca.htm

Related posts