L’Oréal é condenada por racismo na França

Por Guilherme Neto, do Mundo do Marketing

A L´Oréal foi condenada pela Suprema Corte da França a pagar uma multa de 60 mil euros (R$ 164 mil) por racismo na estratégia de promoção do produto Garnier Fructis Style em supermercados no ano 2000. Na época, através da agência de recrutamento de promotoras Adecco (também multada no mesmo valor), a marca teria requisitado apenas mulheres “BBR”, um acrônimo para “bleu, blanc, rouge” (azul, branco e vermelho). A sigla significaria no mercado local um código para indicar apenas aqueles que são brancos e descendentes de franceses.

No ano passado, a marca já havia gerado um boca-a-boca negativo por alegações de que teria adulterado a imagem da cantora Beyonce Knowles tornando sua pele mais clara em um anúncio (abaixo), o que a empresa nega. Sobre a multa, a L’Oréal afirma estar desapontada e que rejeita as acusações, enfatizando que “o respeito de individuais é um de seus valores fundamentais”.

A acusação de racismo partiu da ONG Sos Racisme, que afirma que apenas 4,65% das promotoras eram negras, asiáticas ou arábicas, apesar desses grupos cobrirem cerca de 39% das potenciais candidatas. A entidade receberá metade da multa aplicada.

matéria original: http://www.mundodomarketing.com.br/5,10128,l-oreal-e-condenada-por-racismo-na-franca.htm

+ sobre o tema

Vasco lança campanha contra racismo nos muros de São Januário

Vascaínos estamparão suas mãos no estádio em lembrança ao...

Justiça determina que UFSM mantenha cotista afrodescendente

Comissão teria questionado a raça e a origem do...

Uma biblioteca contra a indiferença

Em janeiro de 1937, Carolina Maria de Jesus saltou...

para lembrar

Mulher é presa por xingar trabalhador negro de ‘macaco’

Durante ação de despejo na BR-364, em Rondonópolis, na...

Camila Pitanga, Angelica e outros artistas se manifestam sobre morte da menina Ágatha

Famosos se mostram indignadas com situação, transmitem sentimentos à...

Madonna pede desculpas no Instagram após ser acusada de racismo

Madonna teria publicado no Instagram uma foto do filho...
spot_imgspot_img

Universidade, excelência e compromisso social

Em artigo publicado pelo jornal O Estado de S. Paulo, no dia 15 de junho, o professor de literatura geral e comparada da Unicamp, Marcos...

Mobilizações apontam caminho para enfrentar extremismo

As grandes mobilizações que tomaram as ruas das principais capitais do país e obrigaram ao recuo dos parlamentares que pretendiam permitir a condenação de...

Uma pessoa negra foi morta a cada 12 minutos ao longo de 11 anos no Brasil

Uma pessoa negra foi vítima de homicídio a cada 12 minutos no Brasil, do início de janeiro de 2012 até o fim de 2022....
-+=