Ludmilla compõe música para a mulher e lança sequência de disco de pagode

Enviado por / FontePor Mauro Ferreira, do G1

Com dois álbuns previstos para serem lançados ao longo deste ano de 2022, Ludmilla já apresenta o primeiro disco às 21h de quarta-feira, 26 de janeiro. Trata-se de Numanice#2, sequência de estúdio do EP de pagode Numanice, lançado em abril de 2020.

Numanice#2 é, a rigor, o terceiro disco de pagode da cantora e compositora fluminense, já que, em fevereiro do ano passado, Ludmilla lançou o álbum Numanice ao vivo (2021).

Com dez faixas, o segundo volume de Numanice gravado em estúdio tem repertório formado por músicas inéditas de autoria da artista com parceiros diversos.

E por falar na safra autoral de Ludmilla, uma das músicas novas da cantora, 212 (Two one two), foi composta pela artista tendo como musa inspiradora a mulher, Brunna Gonçalves, confinada na casa do Big Brother Brasil 2022.

Como a cantora revelou em rede social, o título da música 212 é o nome do perfume usado por Brunna.

+ sobre o tema

Graça Machel preside à escola de estudos Orientais e Africanos de Londres

  Machel deverá presidir a graduações e outras...

O Reino da Lunda

O Reino da Lunda (1050-1887), também conhecido como Império...

África: potencial de 300 milhões de pessoas

Após uma década, os africanos conseguiram romper a recessão,...

Atletas etíopes vencem a São Silvestre 2014

Os corredores etíopes foram os campeões da Corrida Internacional...

para lembrar

Telas e telas de reflexão

A fartura atual, nos Estados Unidos, de produções audiovisuais...

“Terças Crespas Presenciais”

Na segunda edição presencial de novembro, que acontecerá na...

1º Seminário Afrobrasileiro de Artes Visuais

Horário: 30 novembro 2010 às 18:00 a 2...

Projeto do Estado resgata autoestima de comunidade quilombola

O projeto beneficia a comunidade de Brejão dos Negros...
spot_imgspot_img

Violência contra territórios negros é tema de seminário com movimentos sociais em Salvador

Diante da escalada de violência que atinge comunidades negras e empobrecidas da capital e no interior da Bahia, movimentos sociais, entidades e territórios populares...

Tony Tornado relembra a genialidade (e o gênio difícil) do amigo Tim Maia, homenageado pelo Prêmio da Música Brasileira

Na ausência do homenageado Tim Maia (1942-1998), ninguém melhor para representá-lo na festa do Prêmio da Música Brasileira — cuja edição 2024 acontece nesta quarta-feira (12),...

Flávia Souza, titular do Fórum de Mulheres do Hip Hop, estreia na direção de espetáculo infantil antirracista 

Após mais de vinte anos de carreira, com diversos prêmios e monções no teatro, dança e música, a multiartista e ativista cultural, Flávia Souza estreia na...
-+=