sexta-feira, agosto 12, 2022
InícioQuestão RacialCasos de RacismoMagic Johnson celebra banimento de Sterling: "Estamos muito satisfeitos"

Magic Johnson celebra banimento de Sterling: “Estamos muito satisfeitos”

 

Astro do basquete, ex-jogador elogia decisão do comissário da NBA, Adam Silver, e diz que agora os Clippers podem se dedicar melhor aos playoffs da liga americana

Magic Johnson vibra com punição ao dono do Los Angeles Clippers (Foto: EFE)

Magic Johnson comemorou muito a decisão do comissário da NBA, Adam Silver, de banir Donald Sterling, dono do Los Angeles Clippers, pelo resto de sua vida pelo crime de racismo, além de ter de pagar uma multa de U$ 2,5 milhões(cerca de R$ 5,5 mi). Um dos grandes nomes da história da NBA e do basquete, o ex-jogador é o maior ídolo da história do Los Angeles Lakers, o maior rival dos Clippers.

– Antigos e atuais jogadores da NBA estão muito felizes e satisfeitos com a decisão do comissário Silver. O comissário demonstrou uma grande liderança ao banir Donald Sterling pelo resto da vida dele. Nós sabemos que na figura de Adam Silver nós temos um fantástico líder no comando da nossa liga – escreveu Johnson, no seu perfil em uma rede social.

Magic aproveitou a oportunidade para comentar que agora os Clippers poderão se dedicar integralmente ao jogo da noite desta terça-feira contra o Golden State Warriors, em duelo pelas quartas de final da Conferência Oeste, que está empatado em 2 a 2. 

– Agora, os jogadores dos Clippers e os fãs podem se concentrar no duelo desta noite contra os Warriors – comentou um dos maiores atletas da história.

Cerca de 15 patrocinadores já romperam contratos com o Clippers após a divulgação da conversa, entre eles a seguradora State Farm e a fabricante de carros Kia. Sobre isso, o comissário da NBA acredita que os as marcas voltem ao time de Los Angeles: 

lac

Página oficial do Los Angeles Clippers (Foto: Reprodução)

– Espero que os patrocinadores vejam isso e voltem às suas parcerias com os Clippers. Eu fiquei insultado, entendo outros também tenham ficado insultados. Pode levar um tempo para os patrocinadores voltarem, mas farei o que puder para eles retornarem à família da NBA – comentou Adam Silver.

Tanto o Facebook do Los Angeles Clippers como a página oficial na internet do time publicaram uma foto imediatamente após o pronunciamento de Adam Silver com a frase “We are one”, “somos todos um só”, na tradução para o português. 

O prefeito da cidade de Los Angeles Eric Garcetti também se pronunciou sobre o assunto, em pronunciamento realizado pouco depois do anuncio da punição à Donald:

– Somos uma cidade com dois times, mas hoje estamos com os Clippers. Nós amamos os Clippers, e nosso sentimento é de que a justiça foi feita. Não toleramos isso de ninguém, de nenhuma entidade. Quero agradecer ao Adam Silver por ter sido o mais forte que ele pôde – afirmou o prefeito.

1398665437 extras albumes 0

Torcedores do Clippers ironizam ato de racismo de Sterling (Foto: Reprodução Facebook)

Kevin Johnson, ex-jogador da NBA e atual prefeito de Sacramento, capital da Califórnia, deixou claro que não haverá tolerância ao racismo. Ele, que é porta-voz da Associação de Jogadores Profissionais (NBPA), falou com a imprensa também nesta terça-feira:

– Estou orgulhoso dos jogadores. Não tiveram medo de se articular e fizeram isso de uma maneira muito profissional. Pedimos três coisas ao Adam Silver: ação imediata, voz dos jogadores e mudança na liderança.  Quero agradecer a todos os jogadores por trás de mim. Estamos dando um exemplo para os jogadores futuros. Esse é um momento decisivo da nossa história. O esporte mais uma vez transcende. Não haverá tolerância ao racismo – comentou Kevin Johnson.

Um dia depois da divulgação do áudio, o Los Angeles Clippers perdeu para o Golden State Warriors, em duelo pelas quartas de final da Conferência Oeste, que está empatado em 2 a 2. O jogo 5 da série será nesta terça-feira, na Califórnia. 

Fonte: Globo Esporte

 

Artigos Relacionados
-+=
PortugueseEnglishSpanishGermanFrench