Mapa da Violência 2011: Morrem 67,1% mais negros do que brancos

Genocídio – proporcionalmente  morrem  67,1% mais negros do que brancos. É o que demonstra o Mapa da Violência 2011 – O jovens do Brasil que acaba de ser lançado.

 

Segundo ele, no estado da Paraíba, em 2008, morreram 1.083% mais negros do que brancos. Em Alagoas, no mesmo ano, foram  974,8% mais mortes de negros. Em 11 estados, esse índice ultrapassa 200%. As diferenças são pequenas apenas nos estados onde a população negra também é menor, como no Rio Grande do Sul, onde a diferença é de 12,5%; Santa Catarina, com 14,7%; e Acre, com 4%.

 

De acordo com o levantamento, “O número de vítimas brancas caiu de 18.852 para 14.650, o que representa uma significativa diferença negativa, da ordem de 22,3%. [ ] Já entre os negros, o número de vítimas de homicídio aumentou de 26.915 para 32.349, o que equivale a um crescimento de 20,2%. Com isso, a brecha que já existia em 2002 cresceu mais ainda e de forma drástica, como teremos oportunidade de ver a seguir.”

{rsfiles path=”MapaViolencia2011.pdf” template=”default”}

+ sobre o tema

Atualize o passado – Por Fernanda Pompeu

Adoro ler biografias, notadamente de pessoas que já...

Minha Casa, Minha Vida: Governo amplia limite de renda para compra da casa própria

Rendimento mensal máximo sobe de R$ 4.900 para R$...

O duplo desafio de Obama

- Fonte: O Estado de São Paulo - Conforme...

Família de Basquiat organiza mostra com obras inéditas do artista em Nova York

Pela primeira vez desde sua morte em 1988, a...

para lembrar

Programado para estragar

Projetar aparelhos com defeitos e peças pouco duráveis para...

O cabelo dos meninos pretos – por Cidinha da Silva

Por Cidinha da Silva Algo de sinistro acontecia com os...

Pesquisa Sensus aponta empate entre Serra e Dilma

Pesquisa Sensus encomendada pelo Sintrapav (Sindicato dos Trabalhadores...

‘Temer governa sem o povo e contra o povo’, diz jornal francês

Um artigo publicado nesta semana no jornal francês Libération, intitulado,...

Fim da saída temporária apenas favorece facções

Relatado por Flávio Bolsonaro (PL-RJ), o Senado Federal aprovou projeto de lei que põe fim à saída temporária de presos em datas comemorativas. O líder do governo na Casa, Jaques Wagner (PT-BA),...

Morre o político Luiz Alberto, sem ver o PT priorizar o combate ao racismo

Morreu na manhã desta quarta (13) o ex-deputado federal Luiz Alberto (PT-BA), 70. Ele teve um infarto. Passou mal na madrugada e chegou a ser...

Equidade só na rampa

Quando o secretário-executivo do Ministério da Justiça e Segurança Pública, Ricardo Cappelli, perguntou "quem indica o procurador-geral da República? (...) O povo, através do seu...
-+=