Mauricio Pochettino pede aos adeptos para acabarem com racismo

O treinador do Tottenham Hotspur, Mauricio Pochettino, pediu aos adeptos que acabem com o racismo, ao mesmo tempo em que enfatiza que é responsabilidade de todos superarem no futebol.

Por Gabriel Anjos, do Ranaldo.com
Mauricio Pochettino (Tottenham Hotspur FC via Getty Images)

A questão do racismo tornou-se um tema enorme no desporto e no mundo como um todo na semana passada, após o suposto abuso racial dirigido a Raheem Sterling durante a vitória por por 2-0 contra o Chelsea.

Uma semana antes disso, o atacante do Arsenal Pierre-Emerick Aubameyang tinha uma casca de banana lançada contra ele por um torcedor do Tottenham durante o clássico do Norte de Londres.

O torcedor, que foi acusado pela polícia e banido por Spurs, insiste que suas ações não foram racistas.

Os homens de Mauricio Pochettino enfrentam os Gunners novamente na quarta-feira na Copa da Liga Inglesa e, falando aos repórteres após o jogo de sua equipe contra o Burnley no sábado, disse Pochettino, de acordo com o Goal:

“Nossos torcedores, torcedores do Arsenal, torcedores do Chelsea, em todo o mundo – precisamos comemorar por nós.”

“Eu não ligo se são adeptos do Arsenal, argentinos, adeptos do Tottenham, do Espanyol ou do Barcelona – sou contra esse tipo de situação.”

“Para mim, o racismo é a pior coisa do mundo e é por isso que sou completamente contra esse comportamento. Eu não quero ser populista – eu não me importo se são nossos fãs ou outros fãs, eu quero matar [o mau comportamento e o racismo]. Para mim é assim. Nossa responsabilidade é se comportar assim.

O Tottenham ganhou um ponto na noite de terça-feira contra o Barcelona para garantir a classificação para a Liga dos Campeões da UEFA no último dia 16, e Hugo Lloris acredita que os efeitos do jogo no Camp Nou aconteceram no sábado.

“Você tem um pouco menos de energia, você joga com menos intensidade”, disse Lloris.

“Acho que fizemos um bom desempenho – não fantástico, mas muito profissional.”

 

+ sobre o tema

Vaias a Aranha são a vitória do racismo na Arena do Grêmio

por José Antonio Lima O racismo brasileiro, que contesta a...

Velha nova lei orgânica da PM

Após o assassinato de George Floyd, nos EUA, a administração...

Nossas subjetividades pretas também importam: potencializando nossos afetos

Ônibus lotado. Fila na entrega da senha de atendimento...

Por Douglas Belchior: PMs são presos acusados de matar 5 jovens negros no Rio

Quatro policiais militares do Rio de Janeiro foram presos...

para lembrar

O negro no espaço corporativo

Há pouco tempo fui procurado por um CEO de...

XENOFOBIA e racismo: lugar-comum na cabeça da classe média brasileira

  Voltando à questão da exploração do gás...
spot_imgspot_img

Futuro da gestão escolar

A educação pública precisa de muitos parceiros para funcionar. É dever do Estado e da família, com colaboração da sociedade, promover a educação de todas as...

Educação para além dos muros da escola

Você pode fornecer escolas de qualidade para os mais pobres e, mesmo assim, talvez não veja a mudança na realidade do país que se...

Criança não é mãe

Não há como escrever isto de forma branda: nesta quarta-feira (12), a Câmara dos Deputados considerou urgente discutir se a lei deve obrigar crianças vítimas de estupro à...
-+=