Menina é apedrejada na saída de culto de candomblé no Rio

Rio de Janeiro, 16 – Uma menina de 11 anos foi ferida por uma pedra na cabeça ao deixar um culto de candomblé na Penha, zona norte do Rio de Janeiro. Segundo testemunhas, a menina foi atacada por evangélicos e foi vítima de intolerância religiosa. Com a pedrada, a jovem chegou a desmaiar e perder momentaneamente a memória

Do EM

A ocorrência foi registrada na 38ª Delegacia de Polícia (Brás de Pina, na zona norte) como lesão corporal e prática de discriminação religiosa. Policiais buscam câmeras da região que tenham flagrado o crime.

Antes da agressão, a menina já defendia o direito de usar as cores de sua religião de forma pacífica Foto:  Reprodução
Antes da agressão, a menina já defendia o direito de usar as cores de sua religião de forma pacífica
Foto: Reprodução

Os autores da pedrada, que seriam dois homens, conseguiram fugir. Pouco antes da agressão, eles teriam xingado e provocado os adeptos do candomblé que estavam com a menina.

Leia Também: Reação de aluno ateu a bullying acaba com pai-nosso na escola

+ sobre o tema

Uma análise do filme Judas e o Messias Negro

Segundo a Bíblia, Judas Iscariotes foi um dos doze...

Em novo clipe, Rihanna apresenta o sonho de uma América sem racismo

Rihanna está novamente nos holofotes. Nesta segunda-feira (6), a...

Você é preconceituoso?

Segundo especialistas, todo mundo tem preconceitos. O problema é...

para lembrar

Cinco números para entender a desigualdade racial nos EUA

A morte do jovem negro Michael Brown pelas mãos...

Alice no País dos Não-Racistas

Por: Leopoldo Duarte Alice é menina e não cortou com...

Após sofrer racismo, jovem se vinga e faz sucesso nas redes sociais

A jovem Tora Shae chamou a atenção da web após contar uma...

Uma lógica policial macabra

  Mesmo no momento em que está comprovada...
spot_imgspot_img

Mãe não é tudo igual

- Coloca um casaco, meu filho! - Na volta a gente compra, filha. É bem provável que muitos de nós já tenhamos ouvido alguns desses bordões...

Carta aos negacionistas: comprem um seguro de vida

Senhores negacionistas, Coube à nossa geração viver uma encruzilhada existencial: ou mudamos a forma de nos relacionar e habitar o planeta, ou simplesmente esse planeta...

À espera da extinção da escravidão

Dia 13 de maio de 2024 completam-se 136 anos da assinatura da Lei 3.353/1888 pela então princesa imperial regente. Para além do abandono dos negros...
-+=