‘Meu filho falou que tinha tomado uma dura da polícia’, diz mãe de um dos jovens desaparecidos em Queimados

Enviado por / FontePor Ben-Hur Correia, no G1

Os adolescentes Christian Ramos, de 17 anos, e Christian Flores, de 15, foram vistos pela última vez na noite do último dia 13, quando foram entregar um lanche.

A mãe de um dos dois adolescentes desaparecidos há mais de uma semana na Baixada Fluminense afirmou que o filho foi abordado por policiais no dia do sumiço.

Ana Paula, mãe de Cristian Ramos, de 17 anos, disse que o ex-genro conseguiu falar com o rapaz por volta das 22h do dia 13.

“Meu filho falou para ele que tinha tomado uma dura da polícia em Queimados”, declarou.

Cristian e o amigo Christian Flores, de 15 anos, tinham ido fazer a entrega de um lanche por volta das 21h daquela segunda-feira.

Ainda de acordo com familiares, Cristian Ramos trabalha em uma oficina mecânica. Já Christian Flores, em um lava a jato. Os jovens fazem bicos de entrega de lanches para complementar os salários, depois do trabalho. Ambos estudam.

Christian Flores tem bipolaridade e toma remédios controlados. Os desaparecimentos foram registrados nas delegacias de Queimados e Japeri.

Além da Polícia Civil, o caso é acompanhado pelo Conselho Tutelar e também pelo programa SOS Crianças Desaparecidas, da Fundação de Apoio à Infância e à Adolescência.

Informações sobre os jovens desaparecidos podem ser passadas para o Disque-Denúncia: 2253-1177 e no WhatsApp 98596-5296.

+ sobre o tema

Literatura africana em sala de aula: uma proposta didática

A relação entre história e literatura vem de longa...

Leci Brandão sai em defesa da Vai-Vai: ‘Nenhuma instituição está acima da crítica’

'A crítica social é necessária na medida em que...

Nota de esclarecimento GRCSES VAI-VAI

Em 2024, a escola de samba Vai-Vai levou para...

Moção de solidariedade da UNEGRO ao Vai Vai 

A União de Negras e Negros Pela Igualdade (UNEGRO),...

para lembrar

Extermínio tolerado

Waldik Gabriel Chagas, 11 anos, tinha o olhar esperto...

Três jovens são mortos em ação da PM em comunidade de Salvador

Uma operação da Polícia Militar resultou na morte de...

Capital para todos

A filosofia de negócios que une lucro e ativismo...
spot_imgspot_img

Ambiente escolar é onde mais se sofre racismo, diz pesquisa

Uma pesquisa conduzida pelo Instituto de Referência Negra Peregum (Ipec) e Projeto SETA mostra que 38% dos entrevistados disseram que escolas, faculdades e universidades...

APAN lança escola de audiovisual negro em parceria com entidade colombiana

A Associação de Profissionais do Audiovisual Negro (APAN), em parceria com a Manos Visibles, entidade colombiana de audiovisual, lança a primeira escola negra de...

Mesmo com matrícula, jovem negro pode perder vaga na USP

São louváveis - ainda que tardios - os esforços da USP (Universidade de São Paulo) para aumentar o ingresso e a permanência de estudantes...
-+=