Michael Jordan doará R$ 497 milhões a organizações engajadas na causa antirracista

Enviado por / FonteDo Globo Esporte

Maior jogador de basquete de todos os tempos e seis vezes campeão da NBA com o Chicago Bulls, Michael Jordan anunciou na tarde dessa sexta-feira, que doará, através de sua marca Jordan Brand, US$ 100 milhões (cerca de R$ 497 milhões) a organizações engajadas na causa antirracista. O auxílio será concedido ao longo dos próximos 10 anos com a intenção de garantir igualdade racial, justiça social e maior acesso à educação.

A doação acontece cinco dias após Michael Jordan dar um emocionado depoimento sobre a morte de George Floyd. No último domingo através de uma nota, Jordan relatou dor, tristeza e raiva pela morte de Floyd. O eterno camisa 23 dos Bulls teve sua carreira marcada por evitar posicionamento político ou sobre questões raciais, tanto como jogador, quanto como dono do Charlotte Hornets. O comunicado divulgado nessa sexta-feita é um dos poucos em que a lenda se manifestou abertamente.

“Vidas negras importam. Esta não é uma afirmação controversa. Até que o racismo arraigado que permite o fracasso das instituições de nosso país seja completamente erradicado, permaneceremos comprometidos em proteger e melhorar a vida dos negros”, diz um trecho do comunicado.

O caso George Floyd

Negro, George Floyd morreu em 25 de maio após ser filmado com o pescoço prensado pelo joelho de um policial branco em Minneapolis. O ex-segurança foi alvo da operação policial por supostamente tentar pagar uma conta em uma mercearia com nota falsa de US$ 20, segundo a imprensa norte-americana.

Uma primeira perícia, oficial, não indicou evidências de que Floyd morreu por asfixia. Entretanto, outras duas autópsias indicaram que, sim, o ex-segurança foi morto por sufocamento.

O laudo da autópsia realizada pelo condado de Hennepin, divulgado à imprensa na quarta-feira, informa ainda que Floyd tinha presença de coronavírus no organismo quando morreu. O ex-segurança havia sido diagnosticado com Covid-19 no início de abril.

+ sobre o tema

Neto de Mandela diz que ele está “muito melhor”

Joanesburgo - O ex-presidente da África do Sul Nelson...

Tradição

No candomblé, uma aula de como a resistência do...

Negro tem de sentir orgulho, não vergonha, dizem Taís Araújo e Lázaro Ramos

O casal Taís Araújo e Lázaro Ramos está consciente...

para lembrar

História feminina do samba reflete o machismo na sociedade brasileira

Participação da mulher no gênero começou na fundação mitológica...

As 10 músicas mais populares de Bob Marley

Bob Marley foi a maior lenda do Reggae. Por isso,...

Estado da Nação revela aumento da esperança de vida

Não há metas impossíveis na trajectória de um...
spot_imgspot_img

Nota de pesar: Flávio Jorge

Acabamos de receber a triste notícia do falecimento do nosso amigo e companheiro de militância Flávio Jorge, o Flavinho, uma das mais importantes lideranças...

Flávia Souza, titular do Fórum de Mulheres do Hip Hop, estreia na direção de espetáculo infantil antirracista 

Após mais de vinte anos de carreira, com diversos prêmios e monções no teatro, dança e música, a multiartista e ativista cultural, Flávia Souza estreia na...

Estou aposentada, diz Rihanna em frase estampada na camiseta

"Estou aposentada", é a frase estampada na camiseta azul que Rihanna, 36, vestia na última quinta-feira (6), em Nova York. Pode ter sido uma brincadeira, mas...
-+=