Ministério Público denuncia ex-marido de Luiza Brunet por agressão contra a atriz

Nesta segunda-feira (25), o Ministério Público de São Paulo (MP-SP) denunciou Lírio Parisotto a partir da acusação de ele ter agredido a sua ex-esposa, Luiza Brunet, em maio, nos Estados Unidos, e em dezembro de 2015, no Brasil. A informação é do G1, e foi confirmada ao site pelo promotor Carlos Bruno Gaya da Costa, do Grupo de Atuação Especial de Enfrentamento à Violência Doméstica (Gevid), do Ministério Público (MP) de São Paulo.

no Catraca Livre

O empresário foi acusado de ter quebrado costelas e um dedo da atriz, modelo e empresária, podendo ser responsabilizado nos termos da Lei Maria da Penha. Hoje, Luiza postou no seu Instagram uma foto sua com a legenda: “Graças à luta de uma mulher – Maria da Penha – muitas outras estão buscando justiça. Não devemos calar”. Nos comentários, vários de seus seguidores estão demonstrando apoio a ela.

+ sobre o tema

Senado aprova guarda compartilhada de filhos de pais separados, mesmo que eles não se entendam

plenário do Senado aprovou nesta quarta-feira (26) o projeto...

Mulheres nas Olimpíadas: uniformes, participação e salários em pauta

A ginástica artística nas Olimpíadas de 2020 ficará na memória não apenas pela...

Alemães pedem ordem de mérito a estudante morta após defender adolescentes

Alemães pedem ordem de mérito a estudante morta após...

Mulheres vítimas de violência: conheça as leis e redes de apoio

Muito além da Lei Maria da Penha – que é a...

para lembrar

Rio de Janeiro: Dia Internacional da Mulher Negra Latino-Americana

Para marcar o Dia Internacional da Mulher Negra Latino-Americana,...

Grupo NEGRAS da UFRB lança a segunda edição do Caderno Sisterhood

O Núcleo de Estudos e Pesquisas em Gênero, Raça...
spot_imgspot_img

O mapa da LGBTfobia em São Paulo

970%: este foi o aumento da violência contra pessoas LGBTQIA+ na cidade de São Paulo entre 2015 e 2023, segundo os registros dos serviços de saúde. Trata-se de...

Grupos LGBT do Peru criticam decreto que classifica transexualidade como doença

A comunidade LGBTQIA+ no Peru criticou um decreto do Ministério da Saúde do país sul-americano que qualifica a transexualidade e outras categorias de identidade de gênero...

TSE realiza primeira sessão na história com duas ministras negras

O TSE realizou nesta quinta (9) a primeira sessão de sua história com participação de duas ministras negras e a quarta com mais ministras...
-+=