Ministra diz que números da violência são ‘espelho da cultura machista na Paraíba e no Brasil’

A ministra Eleonora Menicucci falou em solenidade nesta segunda-feira (12), no Palácio da Redenção, que os números de violência contra a mulher na Paraíba são um espelho da cultura machista no estado e no Brasil, e que esses números precisam ser combatidos com ação. “Violência de gênero se combate com ações, esse pacto que eu assinto hoje aqui me enche de orgulho por saber que estamos no caminho certo para esse combate” falou a ministra.

Em relação ao caso de Queimadas, que completa 1 mês hoje, a ministra declarou que essa data não é motivo de comemoração. “O caso Queimadas não pode ser esquecido. Não podemos permitir que casos semelhantes a esse aconteça em nenhuma cidade do Brasil” disse Menicucci.

“Neste sentido, a Lei Maria da Penha (LMP) tem mudado a mentalidade da população brasileira. Hoje é crime bater na mulher e todos falam disso abertamente chega de segredos e chega de medo” falou a ministra. Segundo Eleonora Menicucci, a LMP visibiliza a denúncia e protege a mulher que quer romper com o ciclo de violência.

A ministra está na capital para assinar o lançamento de uma linha de crédito no valor de R$ 2.000.000,00, proveniente do programa Empreender Paraíba, destinada a fortalecer as políticas públicas voltadas para o segmento feminino da sociedade.

 

 

 

Fonte:Paraiba.com.br

+ sobre o tema

A hipocrisia no trato do aborto

A lei seca nos Estados Unidos desenvolveu as máfias,...

Diálogo Movimento de Mulheres e Marketing da Schincario

Em dezembro de 2010, o COMNEGRAS, Centro de Orientação...

Homens brancos ganham 63% a mais que mulheres negras

Pesquisa realizada pelo Instituto Locomotiva mostra diferença entre gêneros com com...

para lembrar

Tese de doutorado de Sueli Carneiro vai virar livro

A tese de doutorado da filósofa e ativista Sueli Carneiro,...

Mulheres quebram barreira do preconceito e fazem grafite nas ruas de Salvador

Cada uma delas tem uma historia diferente, mas o...

Pesquisa: 86% de mulheres negras relatam racismo no trabalho

Dia 21 de março é o Dia Internacional pela...

Centro de Cidadania LGBT em SP é alvo de ataque, e vândalos urinam e defecam no local

Também houve furto de objetos, documentos foram rasgados e...
spot_imgspot_img

IBGE: mulheres assalariadas recebem 17% menos que os homens

Dados divulgados nesta quinta-feira (20/06) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) revelam que a disparidade salarial entre os gêneros no Brasil se mantém em...

Casa Sueli Carneiro abre as portas ao público e apresenta o III Festival Casa Sueli Carneiro, pela primeira vez em formato presencial

RETIRE SEU INGRESSO A Casa Sueli Carneiro, fundada em dezembro de 2020 e atuando em formato on-line desde abril de 2021, é uma entidade criada...

Aborto legal: falhas na rede de apoio penalizam meninas e mulheres

As desigualdades sociais no Brasil podem explicar a razão para que meninas e mulheres busquem apoio para o aborto legal também após 22 semanas...
-+=