segunda-feira, fevereiro 6, 2023
InícioEm PautaMito jamaicano, Bob Marley faria 65 anos neste sábado

Mito jamaicano, Bob Marley faria 65 anos neste sábado

Não tem para ninguém: quando se pensa na Jamaica, em reggae e em filosofia rastafári, a primeira imagem que vem à cabeça, mesmo das que não ostentam estilosos dreadlocks, é a de Bob Marley. Morto em 1981, o cantor faria 65 anos hoje e o aniversário deve ser comemorado bem ao seu estilo em muitas partes do planeta.

Bob Marley morreu aos 36 anos,em Miami, vítima de um câncer de pele, e foi enterrado com uma guitarra Gibson Les Paul, uma Bíblia, uma bola de futebol e, é claro, um pote de maconha. Como herança cultural, deixou dezenas de canções inesquecíveis como No woman, no cry (composta por Vicent Ford), Stir it up, Rebel music, Three little birds, Is this love e Concrete jungle.

Graças a ele, as cores da bandeira da Jamaica se tornaram conhecidas em todo o planeta, sem falar que o seu rosto virou estampa para toda sorte de objetos. Coisas de mito pop. O legado foi além: desde então, o mundo assiste ao surgimento de uma grande quantidade de artistas influenciados pela sua música.

Ídolo e um ícone da música mundial, Bob continua influenciando gerações

 

Bob Marley

O Rei do Reggae deixou uma vasta herança musical a ser ouvida

DOCUMENTÁRIO Para celebrar o aniversário de Bob Marley, o canal pago Multishow (Net/Sky) exibe hoje, às 16h, o documentário inédito Bob Marley – freedom road. O filme reúne trechos de shows memoráveis e depoimentos de amigos, familiares e profissionais da indústria da música.

Nos Estados Unidos, a família do artista comemorará a data com um ato de solidariedade: um evento beneficente numagaleriadearte vaiangariar fundos para ajudar as vítimas do terremoto que atingiu o Haiti no último dia 12.

ORIGEM Robert Nesta Marley nasceu em Saint Ann, interior da Jamaica, em 6 de fevereiro de 1945, filho de Norval Sinclair Marley – um militar branco, capitão do Exército inglês – e Cedella Booker, uma adolescente negra.

Cedella e Norval se casaram um ano antes, mas no dia seguinte à união, Norval abandonou a companheira,embora tenha continuado a dar apoio financeiro para sua mulher e o pequeno Bob. Após a morte de Norval, em 1955, Marley e a mãe se mudaram para Trenchtown, uma favela de Kingston, onde ele era constantemente provocado pelos negros por ser mulato e ser baixinho.

Bob Marley


Na adolescência, ele conviveu com outros jovens também insatisfeitos com a condição social em que viviam, mas foi com Neville O’Riley Livingstone, o Bunny, que Bob Marley se iniciou na música. Os dois passavam horas
ouvindo a soul music de Curtis Mayfield e Ray Charles.

Os primeiros passos musicais do artista foram dados no ska, que surgiu no final dos anos 50 e combinava ritmos caribenhos com o R&B americano. As letras eram de denúncia da exploração sofrida pelas classe pobre. Era o início
do reggae na vida daquele que se tornaria a lenda nº 1 do ritmo e o maior ídolo pop nascido fora dos EUA e da Europa. Por tudo isso, vida longa à memória de Bob Marley.

Fonte: Correio da Bahia

Artigos Relacionados
-+=
PortugueseEnglishSpanishGermanFrench