Morador de rua queimado enquanto dormia tem estado de saúde estável

De acordo com depoimentos, Edivan foi atacado por três pessoas encapuzadas que jogaram gasolina em seu corpo

Por Igor Carvalho

A Secretaria de Saúde do Distrito Federal (DF) informou que é estável o estado de saúde do morador de rua Edivan da Lima Silva, 48 anos, atacado hoje (1) por volta das 5h38, no Guará, cidade do Distrito Federal, enquanto dormia em uma praça. O morador de rua, segundo o boletim médico, respira “com ajuda de máscara de oxigênio”. Ele está internado em estado grave no Hospital Regional da Asa Norte (Hran), com queimaduras em 63% do corpo.

De acordo com depoimentos, Edivan foi atacado por três pessoas encapuzadas que jogaram gasolina nele. Há 16 anos, um grupo de adolescentes ateou fogo no índio Galdino Jesus dos Santos, na Asa Sul de Brasília. Ele morreu após ser internado em hospital.

Edivan foi socorrido pelo Corpo de Bombeiros e pela Polícia Militar (PM). A Polícia Civil informou que havia quatro moradores de rua dormindo no local no momento do crime. Ele teve queimaduras de terceiro grau em 27% do corpo, inclusive na região da cabeça. O caso é investigado pela 4ª Delegacia de Polícia do Guará.

O delegado Jeferson Lisboa Gimenes, responsável pelo caso, disse que as três pessoas encapuzadas jogaram material inflamável perto do local onde os moradores dormiam. A polícia trabalha com a suspeita de brigas entre moradores de rua, sendo que o alvo não seria Edivan, e sim outra pessoa que conseguiu fugir.

Dois moradores de rua que estavam no momento do crime contaram detalhes sobre o ataque. Luiz Antônio Silva, 42 anos, amigo de Edivan, disse que estavam deitados no chão da praça, quando foram observados por três homens que, em seguida, jogaram gasolina em cima deles.

 

Fonte: Revista Fórum 

+ sobre o tema

Exército promete apurar ação de agente secreto entre jovens

Denúncias de que o capitão de inteligência do Exército...

Publicações analisam regulação da mídia e liberdade de expressão no Brasil

Brasília, 17 de março – A Representação da...

A sobrevivência das rádios comunitárias nas mãos do Senado

Rádio comunitária é uma emissora de baixa potência e...

para lembrar

LE FIGARO: Brasil tem banho de sangue e “autoridades nem se comovem”

Jornal francês relata que "a mídia brasileira tem exibido...

Política e Compromisso Nacional para a Participação Social

Dilma lançará Política Nacional de Participação Social em maio Serão...

Plataforma traz jornalismo de dados sobre gênero com foco em direitos humanos

Uma plataforma de jornalismo especializada em analisar e divulgar...

“ Racismo é uma doença mental e produz vulnerabilidade ”, afirma Jurema Werneck

O sofrimento contínuo do cidadão negro brasileiro é naturalizado...
spot_imgspot_img

Curso introdutório de roteiro para documentário abre inscrição

Geledés Instituto da Mulher Negra está promovendo formações totalmente online para jovens negres em todo o Brasil. Com um total de 6 formações independentes...

Desenrola para MEI e micro e pequenas empresas começa nesta segunda

Os bancos começam a oferecer, a partir desta segunda-feira (13), uma alternativa para renegociação de dívidas bancárias de Microempreendedores Individuais (MEI) e micro e...

“Geledés é uma entidade comprometida com a transformação social”, diz embaixador do Brasil no Quênia

Em parceria com a Embaixada do Brasil no Quênia, Geledés - Instituto da Mulher Negra promoveu nesta sexta-feira 10, o evento “Emancipação Econômica da...
-+=