Mostra de cinema exibe filmes africanos de forma gratuita e online em outubro

Enviado por / FonteG1

Filmes estarão disponíveis através do site do Sesc do dia 1° a 10 de outubro.

Promovido pelo Sesc São Paulo, a Mostra de Cinemas Africanos (MCA) lançará, a partir de 1° de outubro, 30 filmes de ficção e documentário de seis países, de forma gratuita, através do site do Sesc. A mostra estará disponível até o dia 10 de outubro.

O evento online, que aborda o tema de cinema de gênero, apresenta 12 sessões (dez longas e dois programas de curtas), legendados em português, além de curso e catálogo digital. Dos dez longas da mostra, oito são inéditos no Brasil.

Durante a quarta edição, a Mostra de Cinema contempla 16 países do continente: África do Sul, Argélia, Benin, Camarões, Egito, Madagascar, Mali, Marrocos, Mauritânia, Nigéria, República Centro-Africana, Ruanda, Senegal, Sudão, Tunísia e Uganda.

Entre os destaques da programação estão exemplos recentes do cinema de gênero da África do Sul, Nigéria e Uganda, e curtas dirigidos por mulheres, com uma mostra competitiva simultânea com o Benin e uma seleção de produções árabes do norte da África.

“Em geral, se vincula a ideia de cinema africano a filmes de arte ou político e sempre queremos quebrar esses estereótipos”, explica a curadora e idealizadora do evento, Ana Camila Esteves.

O filme de abertura é “Juju Stories” (2021), do coletivo nigeriano Surreal 16, com três histórias de bruxaria dirigidas por C.J. Obasi, Abba Makama e Michael Omonua.

A Mostra de Cinemas Africanos foi idealizada em 2018 por Ana Camila Esteves e Beatriz Leal Riesco e já exibiu mais de uma centena de curtas e longas-metragens de diversas vertentes do cinema africano. A programação conta com o apoio da Cinemateca da Embaixada da França no Brasil e do Institut Français.

+ sobre o tema

Casa Sueli Carneiro oferece curso sobre memória

A Casa Sueli Carneiro abre inscrições para o curso...

Padre Toninho ajudou a enegrecer consciência e fé

    Que Olorum acolha este nosso irmão...

para lembrar

Festival reúne mulheres percussionistas para apresentações em casa

O encontro musical que reúne mulheres percussionistas para apresentações...

Laerte, Luis Gama e Sueli Carneiro são os homenageados do Prêmio Vladimir Herzog

A comissão organizadora do Prêmio Jornalístico Vladimir Herzog de...

Colonialismo e racismo: a invenção do selvagem no Ocidente

Da esquerda para a direita bustos de um ingles...
spot_imgspot_img

Leci Brandão – Na Palma da Mão em curta temporada no Imperator

Com direção de Luiz Antonio Pilar e texto de Leonardo Bruno, musical que celebra vida e obra da artista se apresenta no Imperator Vencedor do Prêmio Shell de Teatro na categoria "Direção" Nome incontornável da música brasileira, compositora e intérprete de...

MinC vai lançar plataforma de streaming voltada ao audiovisual nacional

O Ministério da Cultura está se preparando para lançar, ainda no segundo semestre deste ano, uma plataforma de streaming dedicada à produção audiovisual brasileira. Idealizado pela Secretaria do Audiovisual...

Censo 2022: população quilombola tem perfil jovem e maioria masculina

As populações quilombolas possuem perfil mais jovem do que o observado na população total do Brasil. Além disso, nos territórios quilombolas, a presença dos...
-+=