Mostra traz 17 documentários africanos para a capital paulista

Histórias da África, contadas por cineastas do continente, é a essência da terceira edição da mostra África Agora, que chega à capital paulista no dia 20 de novembro, com 17 longas e médias-metragens. “Muitas vezes a gente enxerga a África como um país, como uma cultura única”, comenta a idealizadora e produtora do festival, Mariana Marinho, sobre o incômodo que deu origem ao evento.

Por: Daniel Mello, no, Agência Brasil

“Há pouco acesso à poesia africana, à literatura, à música, à religião e à maneira como, em vários países da África, o povo lida com problemas sérios de uma maneira muito criativa”, acrescenta sobre elementos que estarão nas telas do Cine Caixa Belas Artes, região central da cidade. Os documentários ficam em cartaz até o dia 3 de dezembro, como parte das comemorações pelo Dia da Consciência Negra, no próximo dia 20.

Neste ano, a mostra faz ainda uma homenagem ao líder sul-africano Nelson Mandela. Por isso, um dos destaques da programação é uma biografia do político, que morreu no fim do ano passado. “É a biografia que a família reconhece, completa, desde a infância até ele como líder”, explica Mariana.

Além disso, outras produções tratam de temas relacionados à militância de Mandela. “A principal luta de Mandela não foi só contra a desigualdade racial e social, mas a favor da paz, da conciliação, de saber lidar com as diferenças de maneira pacífica, mas não passiva”, ressalta a produtora.

Outro líder africano retratado na mostra é Amílcar Cabral. “Era um líder da libertação da Guiné e Cabo Verde. Um político humanista, poeta e grande representante da arte na África”, diz Mariana sobre o militante assassinado em 1973, por membros do partido que fundou.

A vida depois do apartheid (segregação racial) é tema do filme Soweto em Surf, em que jovens surfam em trens de uma cidade na periferia  de Pretória, capital administrativa sul-africana, originalmente criada para abrigar apenas negros. “A diretora acompanha os jovens pós-apartheid, e coloca a pergunta: ‘e agora, com a liberdade, o que fazer?’”, segundo Mariana.

Ady Gasy é um filme que fala sobre o modo de vida na República de Madagascar, ilha do Oceano Índico, na Costa Sudeste da África. “Como a população vive a maneira malgaxe de vida, acima de tudo, a população de Madagascar tem solidariedade, vive através de uma liberdade com poesia, reciclando materiais, com soluções criativas para a falta de recursos materiais”, detalha a produtora.

A programação completa pode ser vista no blog http://mostraafricahoje.blogspot.com.br/

+ sobre o tema

No Brasil, todo mundo ama o ‘Chris’. E ele não aguenta mais isso

Parece que o ator Tyler James Williams, o Chris da...

O olhar da negra

O título acima foi sugerido pelo Val, do grupo...

Série ‘Luke Cage’ é cancelada e não terá terceira temporada

Marvel Television e Netflix afirmaram que 'são gratos a...

Mãe Stella analisa os impactos da tristeza

Maria Stella de Azevedo Santos Do GGN Iyalorixá do Ilê Axé...

para lembrar

140 anos sem Luiz Gama: o advogado que libertou centenas de escravizados

Há 140 anos, o Brasil perdia um dos maiores...

Centro Cultural do Brasil fala sobre cinema africano

  O Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB) de Brasília...

Morre o ativista Ivan Rodrigues Costa

O Centro de Cultura Negra do Maranhão (CCN/MA), a...

Enterro de prefeita leva multidão às ruas de São Francisco

Enterro de prefeita leva multidão às ruas de São...
spot_imgspot_img

6 brasileiros que lutaram pelo fim da escravidão no Brasil

O fim da escravidão no Brasil completa 136 anos em 13 de maio deste ano. Em 1888, a princesa Isabel, filha do imperador do Brasil Pedro 2º,...

Iza anuncia que terá uma menina e o nome será Nala

O primeiro bebê de Iza e Yuri Lima já teve o sexo revelado: será uma menina. A cantora contou a novidade aos fãs na noite desta segunda-feira (13),...

14 de maio e a Revolta dos Malês

Quem passa pelo Campo da Pólvora, em Salvador, nem imagina que aquela praça, onde ironicamente hoje se encontra o Fórum Ruy Barbosa, foi palco...
-+=