Movimentos lançam campanha de criação de cartazes feministas e anti-imperialistas

Movimento Capire em parceria com a Marcha Mundial de Mulheres lançaram no Brasil na última semana a campanha “Feminismo Anti-Imperialista para mudar o mundo”. A ação faz parte de articulações internacionalistas feitas por meio da Assembleia Internacional dos Povos e da Jornada Internacional de Luta Anti-Imperialista.

O chamado para a criação de cartazes convoca mulheres do mundo todo que estão na linha de frente das resistências contra o imperialismo para colocarem em movimento suas criatividades.

O envio das artes será aceito até o dia 15 de abril e as inscrições são feitas a partir do preenchimento deste formulário. Os cartazes, que podem ser de autoria individual ou coletiva, devem ter tamanho A3 e estar em alta resolução (300dpi).

Confira o vídeo de lançamento da campanha, que foi editado em português, espanhol, inglês, francês e árabe.

No dia 1 de maio, Dia Internacional das Trabalhadoras e dos Trabalhadores, será lançada no site do Capire uma galeria virtual feminista com os cartazes selecionados, que podem ser confeccionados a partir de ilustrações, fotografias e colagens.

As organizadoras estarão atentas aos critérios de diversidade regional e serão priorizados cartazes que retratem a diversidade e a coletividade das mulheres em ação.

Na nota de lançamento da campanha elas reafirmam que “o feminismo é rebelde e irreverente. Cria e recria símbolos, junto com as alternativas para uma sociedade em que a sustentabilidade da vida sejam o centro, com base na igualdade, na solidariedade, na liberdade, na justiça e na paz. Nomeadas de formas diversas, essas são algumas das lutas fundamentais para o feminismo que queremos retratar nos cartazes”.

Para mais informações acesse o site www.capiremov.org.

 

 

+ sobre o tema

Serena Williams canta em campanha contra câncer de mama

Segurando os seios nus, a tenista entoa a música...

Justiça proíbe revistas íntimas em mulheres que visitam presos nas cadeias de SP

TJ-SP concede liminar suspendendo revista destinada à retirada de...

Comunidade acadêmica comemora a posse de Joana Guimarães como reitora da UFSB

A professora Joana Angélica Guimarães da Luz foi empossada...

Astrofísica brasileira vence importante prêmio da ciência mundial

Marcelle Soares-Santos foi reconhecida pela Fundação Alfred P. Sloan,...

para lembrar

Laboratória abre inscrições para curso de programação para mulheres

No Brasil, segundo pesquisa da McKinsey, apenas 16% das...

Uma vida inteira pelo fim da violência contra a mulher: A luta de Jacira Melo

Diretora do Instituto Patrícia Galvão defende acesso à informação...

Mídia: Caso Eloá deve ser tratado como violência contra a mulher

Acontece desde o início da manhã desta segunda-feira (13),...
spot_imgspot_img

Casa Sueli Carneiro abre as portas ao público e apresenta o III Festival Casa Sueli Carneiro, pela primeira vez em formato presencial

RETIRE SEU INGRESSO A Casa Sueli Carneiro, fundada em dezembro de 2020 e atuando em formato on-line desde abril de 2021, é uma entidade criada...

Aborto legal: falhas na rede de apoio penalizam meninas e mulheres

As desigualdades sociais no Brasil podem explicar a razão para que meninas e mulheres busquem apoio para o aborto legal também após 22 semanas...

Referência do feminismo negro, Patricia Hill Collins vem ao Brasil para conferência, curso e lançamento de livro

Referência do feminismo negro, a socióloga estadunidense Patricia Hill Collins participa, nesta quarta-feira (19), de um evento em Salvador, na Universidade do Estado da Bahia (Uneb)....
-+=