Mulher acusa proprietário de casa lotérica de racismo

O proprietário de uma casa lotérica, localizado no bairro Jardim das Imbuias, zona sul da capital paulista, foi detido e levado à delegacia na tarde desta quarta-feira (25) por suspeita de racismo. A denúncia foi feita por uma cliente que alega ter sido chamada de “macaca preta” durante uma discussão com ele.

A balconista Arlete Aparecida de Moraes, 28 anos, contou que chegou à casa lotérica por volta das 13h45. Ela queria efetuar um saque sem o cartão e foi informada que não poderia. Em seguida, uma amiga dela perguntou sobre o PIS e o dono respondeu de forma grosseira, segunda ela.

Depois disso, foi iniciada uma discussão e troca de ofensa. Foi nesta hora que, de acordo com Arlete, sofreu um ato de racismo.

A balconista ligou para a Polícia Militar e todos foram levados à Central de Flagrantes do 101º Distrito Policial, no Jardim das Imbuias. O delegado não decidiu se vai manter o dono da casa lotérica preso.

 

 

Fonte R7

+ sobre o tema

para lembrar

PM mata 1 a cada 16h, mais do que em 2006, quando houve os ataques do PCC

Até novembro, já foram registradas 506 mortes, ante 495...

And The Oscars Goes To.. aqueles mesmos privilegiados de sempre

Esse texto não foi escrito tão logo encerrou-se a...

Medo do Ebola jogou 2 jovens africanos nas ruas de SP

Justiça negou acolhimento em abrigo e meninos foram colocados...
spot_imgspot_img

Futuro da gestão escolar

A educação pública precisa de muitos parceiros para funcionar. É dever do Estado e da família, com colaboração da sociedade, promover a educação de todas as...

Educação para além dos muros da escola

Você pode fornecer escolas de qualidade para os mais pobres e, mesmo assim, talvez não veja a mudança na realidade do país que se...

Criança não é mãe

Não há como escrever isto de forma branda: nesta quarta-feira (12), a Câmara dos Deputados considerou urgente discutir se a lei deve obrigar crianças vítimas de estupro à...
-+=