Mulher é presa por xingar trabalhador negro de ‘macaco’

Durante ação de despejo na BR-364, em Rondonópolis, na região da lanchonete Água de Coco, a inquilina Nilva Venâncio de Rezende foi despejada por meio de ordem judicial expedido pela juíza da 3ª Vara Cível, Milene Aparecida Beltramini. O oficial de justiça percebeu que Nilva xingou o trabalhador de serviços gerais Robson dos Reis Lopes, 25 anos, de “macaco” por se tratar de um home negro.

O trabalhador prestava serviço para o carregamento da mudança da mulher para Pedra Preta. Indignado com a ofensa, o oficial de Justiça registrou o boletim de ocorrência contra Nilva. Diante disso, os policiais militares a levaram ao Centro Integrado de Segurança e Cidadania (Cisc) com as filhas de quatro e um ano. A bisavó materna das crianças teve que ir a delegacia para ficar com as crianças.

Apesar da ofensa, os serviços gerais Robson dos Reis decidiu não representar criminalmente contra Nilva. Racismo é crime inafiançável.

Fonte: Olhar Direto

+ sobre o tema

Claudia Silva Ferreira, 38 anos, auxiliar de limpeza, morta arrastada por carro da PM

Texto de Camilla de Magalhães Gomes. 2014 ainda está no...

Deborah Small: “A guerra às drogas facilita a criminalização de pobres e negros”

Uma das mais importantes ativistas no movimento negro americano,...

“O massacre saiu do Carandiru e passou a ser cotidiano nas periferias e nas favelas”

Casa de Detenção Carandiru, 2 de outubro de 1992....

para lembrar

São Luis – Estudante relata o preconceito racial sofrido por causa do cabelo

Ela teria sido vítima de preconceito racial na entrada...

Testemunhas desmentem PM que matou caminhoneiro e alegou legítima defesa

Três pessoas prestaram depoimento e afirmaram que crime não...

Bahia terá rede de combate ao racismo

  A Secretaria de Promoção da Igualdade Racial (Sepromi) lança...

Da neutralidade à IA decolonial

A ciência nunca esteve isenta das influências e construções...
spot_imgspot_img

Da neutralidade à IA decolonial

A ciência nunca esteve isenta das influências e construções históricas e sociais do colonialismo. Enquanto a Revolução Industrial é frequentemente retratada como o catalisador...

O papel de uma líder branca na luta antirracista nas organizações 

Há algum tempo, tenho trazido o termo “antirracista” para o meu vocabulário e também para o meu dia a dia: fora e dentro do...

Mortes pela polícia têm pouca transparência, diz representante da ONU

A falta de transparência e investigação nas mortes causadas pela polícia no Brasil foi criticada pelo representante regional para o Escritório do Alto Comissariado...
-+=