quarta-feira, novembro 30, 2022
InícioQuestões de GêneroMulheres no auge do período fértil compram roupas mais sexy, revela estudo...

Mulheres no auge do período fértil compram roupas mais sexy, revela estudo de universidade americana

Você, mulher, já comprou alguma roupa da qual se arrependeu depois por ser ousada demais? Sexy demais? Decotada, justa, “cheguei”, tudo demais? Chegou em casa, experimentou o vestido, a calça, o biquíni, olhou-se no espelho e se perguntou: … onde eu estava com a cabeça quando achei isso sensual?

Bem, agora você vai saber que existe um motivo científico para esse atrevimento que custa caro. Provavelmente, você comprou aquela roupa porque seus hormônios estão em alta.

Segundo um novo estudo, publicado no Journal of Consumer Research – que estuda hábitos de consumidores e sua motivação subconsciente –, mulheres no pico do período fértil tendem mais a comprar roupas reveladoras para atrair o sexo oposto. Perto de ovular, mulheres se sentiriam mais propensas a parecer sexy. Pensando bem, faz sentido.

Quando vemos os rituais de sedução e acasalamento de animais, fica claro como eles se pavoneiam, exibem suas cores e o melhor deles, sempre para conquistar.

Minha dúvida é se roupas tão ousadas são sempre um atrativo que funciona. Talvez funcionem com o homem errado. Ou seja. Péssimo, não? A mulher se sente excitada, os hormônios clamam, ela gasta dinheiro, compra roupas chamativas, e quem chove na sua horta é exatamente o homem que não tem nada a ver. Ou ainda – o resultado é tão “over” e inadequado que, em vez de seduzir, ela afasta os homens.

A autora do estudo, Kristina Durante, da Universidade de Minnesota, afirma que, ao comprar no auge de seu período fértil uma roupa bem sensual, “uma mulher é levada pelo desejo de vencer a disputa com as rivais em potencial”. Assim, ao experimentar os vestidos “cheguei” nas lojas, elas buscam nas outras – especialmente nas amigas, nas colegas de trabalho ou nas vizinhas – aquele olhar de aprovação que confirma seu visual de poderosa. As mulheres pesquisadas tinham entre 18 e 27 anos.

É um pouco aquela sensação de “é hoje…” (precisa ser hoje) que, segundo o estudo americano, influencia muitas mulheres a escolher uma minissaia em vez de uma saia comprida, uma blusa com decote em vez de uma camisa masculina ou abotoada até o pescoço, uma calça mais justinha que saliente as curvas em vez de uma largona.

Fico pensando se as mulheres se arrependem das roupas chamativas quando passa o pico do período fértil – e as jogam no fundo da gaveta, ou esperam o novo ciclo para ressuscitá-las. Mas tem também as que parecem estar sempre ovulando, não é?

Roupas reveladoras em demasia só são sensuais em alguns tipos de mulher. Não necessariamente as magras ou gostosas. Não exatamente as que estão em período fértil. Simplesmente há mulheres cujo biotipo é valorizado por um figurino mais sexy. Ficam bem apenas as que se sentem confortáveis assim. No fundo, acho que só é possível ser sensual com naturalidade, sem esforço ou exagero. Tanto homem quanto mulher.

Respeitados os limites entre a ousadia e a vulgaridade, entre a elegância e a cafonice, a roupa pode sim fazer com que uma mulher se sinta atraente. E não pelo que mostra, mas pelo que insinua. Ou até, frequentemente, pelo que a roupa esconde.

Isso já aconteceu com você? Comprar uma roupa pensando em conquistar um amigo ou um desconhecido…e sair “vestida para matar”, conscientemente? (Nessas horas, minha lembrança inevitável é a hilariante Bridget Jones….). Era por causa dos hormônios? Deu certo?

 

Fonte: Época

Artigos Relacionados
-+=
PortugueseEnglishSpanishGermanFrench