Museu da História e Cultura Afro-Brasileira faz a mostra ‘Okutá Ió, retratos de ancestralidade’

A exposição quer propor uma reflexão sobre as manifestações culturais de matrizes africanas

A mostra do projeto Okutá Ió – Retratos de Ancestralidade, idealizado por Rodrigo Moraes, será exibido , quinta, no Museu da História e Cultura Afro-Brasileira . A exposição revisita a história e as manifestações culturais de matriz africana da região da Pequena África, no Rio, dando atenção para as consequências sofridas pela população. A ideia é que o candomblé, o batuque do samba e as discussões em torno da resistência negra proponha uma reflexão sobre nosso papel na sociedade.

+ sobre o tema

Djavan prepara disco de canções inéditas para este ano

Djavan prepara disco de canções inéditas: o 24º álbum...

Venus não encontra dificuldades para vencer na sua estreia em Madri

Americana bate Stefanie Voegele por 2 sets a 0,...

Stuart Hall: a favor da diferença

  Sociólogo e um dos principais teóricos do multiculturalismo, morto...

Jamie Foxx produzirá série limitada sobre vida de Marvin Gaye

“A história dele sempre me fascinou”, diz o ator Por Rolling...

para lembrar

Ministério terá ações para comunidades afrodescendentes

Ministro anunciou novas rádios comunitárias e inclusão digital para...

Decatletas lutam por vaga na equipe que irá ao Pan de Guadalajara

Prazo para líderes do ranking e índices é 28...

Morre Ykenga Mattos, que denunciou o racismo em seus cartuns, aos 71 anos

Morreu na manhã desta segunda-feira aos 71 anos o...

Todo apoio ao povo quilombola de Alcântara!

Eduardo Bolsonaro pretende votar o novo acordo que entrega...
spot_imgspot_img

Spcine marca presença no Festival de Cinema de Cannes 2024 com ações especiais

A Spcine participa Marché du Film, evento de mercado do Festival de Cinema de Cannes  2024 e um dos mais renomados e influentes da...

SP: mostra de cinema Léa Garcia – 90 Anos celebra obra da artista

A mostra inédita Léa Garcia - 90 anos, que começa neste sábado (25), celebra a obra da renomada artista do cinema nacional, que morreu em...

Inéditos de Joel Rufino dos Santos trazem de volta a sua grandeza criativa

Quando faleceu, em 2015, Joel Rufino dos Santos deixou pelo menos dois romances inéditos, prontos para publicação. Historiador arguto e professor de grandes méritos, com...
-+=