Músico Duke Ellington é o 1º negro em uma moeda dos EUA

Ele já havia sido o primeiro afro-americano a ter um monumento como homenagem.

Reprodução/ AP

O músico americano Duke Ellington, um dos grandes nomes da história do Jazz, terá sua figura estampada nas moedas de US$ 0,25, tornando-se o primeiro negro retratado no dólar.

O diretor da Casa da Moeda dos Estados Unidos, Ed Moy, apresentou nesta terça-feira, em entrevista coletiva no Museu de História Americana, em Washington, a nova moeda de US$ 0,25, em que o astro do jazz aparece ao lado de seu inseparável piano.

“Assim como outros grandes americanos que tiveram sucesso no que fizeram com dedicação,

Foto: Christelle Snow/UCLA

Duke Ellington se destacou pelo talento, trabalho duro, paixão e perseverança”, comentou Moy.

A moeda de US$ 0,25 (conhecida como “quarter” nos Estados Unidos) representará os cidadãos do Distrito de Columbia, que fizeram uma votação para definir quem estaria nela. Além disso, será colocada a frase “justiça para todos”.

Na verdade, os cidadãos do Distrito queriam que fosse o termo “impostos sem representação”, protestando porque o Distrito não tem um representante no Congresso com direito a voto.

Edward Kennedy Ellington nasceu em 29 de abril de 1899 na cidade de Washington. Ele viveu a época dourada do jazz, dividindo palco com outros grandes nomes como John Coltrane, Louis Armstrong e Ella Fitzgerald.

Na carreira, ele levou 13 prêmios Grammy e compôs mais de 3 mil músicas, sendo algumas das mais famosas It Don’t Mean a Thing if It Ain’t Got That Swing, Sophisticated Lady, Mood Indigo, Solitude, In a Mellotone e Satin Doll.

O músico recebeu prêmios como a Medalha da Liberdade, em 1969, das mãos do presidente Richard Nixon, e a Legião de Honra, mais alta distinção do governo francês. Ele morreu em 24 de maio de 1974 em Nova York, vítima de um câncer de pulmão e pneumonia.

Terça-feira, 24 de fevereiro de 2009, 16h39
Fonte: EFE / Economia internacional

+ sobre o tema

E chegou novembro, o Mês da Consciência Negra.

Por Arísia Barros   Gurgumba, o quilombo localizado...

Nordeste concentra a maior parte do trabalho infantil

  A Região Nordeste concentra a maior parte...

Devotos tentam impedir Jesus Cristo Superstar no Brasil

  Em petição online, Associação Devotos de Fátima exige que...

para lembrar

Anderson Silva detona Chael Sonnen: ‘O mais importante ele não fez, que era me vencer’

    O lutador de MMA Anderson Silva não está disposto...

Ocupação Conceição Evaristo

Entre os dias 4 de maio e 18 de...

Agora bilionária, Rihanna se torna a cantora pop mais rica do mundo

Robyn "Rihanna" Fenty é oficialmente uma bilionária, de acordo...
spot_imgspot_img

Livro sobre Luiz Gama o consagra como o maior advogado negro da abolição

Impossível não ficar mexido, ou sair a mesma pessoa, com a mesma consciência dos fatos narrados, depois da leitura de "Luiz Gama Contra o Império",...

Festival literário propõe amor e diversidade como antídotos ao extremismo

O Festival Literário Internacional de Paracatu - Fliparacatu - vai colocar no centro do debate o amor, a literatura e a diversidade como pilares...

O atleta negro brasileiro que enfrentou o nazismo nas Olimpíadas de 1936

A poucos dias da abertura dos Jogos Olímpicos de Paris, em uma Europa cada vez mais temerosa com a agenda política de forças alinhadas...
-+=