Guest Post »

Venus Williams conquista a Masters Cup de Doha

A força levou a melhor sobre o jeito na final da Masters Cup de Doha neste domingo. Venus Williams conseguiu explorar a potência de seus golpes em cima de Vera Zvonareva e conquistou o título da competição, por 2 sets a 1, com parciais de 6-7 (5-7), 6-0 e 6-2, após 2h10min de partida.

Foto: Getty Images

O resultado na decisão premia uma grande semana da norte-americana, que venceu todas as suas partidas na competição. Por outro lado, Zvonareva não deve ficar tão decepcionada com o vice, já que ela entrou no Masters por causa da desistência da compatriota Maria Sharapova, lesionada, e também fez um grande papel.

 

O título de forma invicta rendeu a Venus US$ 1.340.000. Com isso, ela supera a compatriota Martina Navratilova e é a tenista que soma a quarta maior fortuna já arrecadada em premiação. A também norte-americana Lindsay Davenport lidera a lista das mais ricas.

Além disso, Venus ganhou 750 pontos no ranking e pulou da oitava para a sexta posição. Apesar da derrota, Zvonareva também comemora a evolução do nono para o sétimo lugar. As duas chegaram à final como as piores colocadas na lista da ATP entre as participantes do Masters.

Depois de chegar às semifinais nas duas últimas edições do torneio, Venus se iguala à irmã Serena, campeã do Masters em 2001. É o terceiro título da norte-americana neste ano. Em 2008, Venus já havia faturado Wimbledon e Zurique.

“Estou muito satisfeita. Foi um jogo difícil, muito disputado em cada ponto, até o fim”, comemorou a campeã. A russa também se mostrou empolgada com a boa campanha. “Acho que poderia ter jogado melhor, mas tive uma ótima semana, com cinco partidas contra jogadoras do top 10. Foi a primeira vez que fiz tantos jogos seguidos contra as melhores do mundo, e me saí bem”, declarou.

O jogo começou complicado para Venus, que permitiu que o seu saque fosse quebrado logo em seu primeiro serviço. Considerada favorita pelos resultados da semana e pela experiência, a norte-americana não conseguiu se impor diante de Zvonareva, que se comportou muito bem, mesmo sob constantes ataques da adversária.

Venus teve duas chances de devolver a quebra no quinto game, mas não soube aproveitar as oportunidades. Com um 5-3 a seu favor, a russa sentiu a pressão de ter que fechar a parcial e perdeu o seu serviço. A decisão foi para o tie-break, e Zvonareva conseguiu uma grande recuperação, após estar perdendo por 5 a 1, e fechou o game, em 7 a 5, e o set, em 7-6.

A virada no tie-break não desanimou Venus, pelo contrário. A norte-americana voltou para o segundo set muito mais forte. Com três quebras, um jogo veloz e baseado principalmente na potência de seus golpes, a oitava melhor do mundo conquistou uma vitória maiúscula no segundo set, por 6-0. O resultado inesperado também foi auxiliado pela falta de paciência de Zvonareva com seus próprios erros.

A grande vitória do segundo set animou Venus, que continuou apostando na força, enquanto Zvonareva tinha grandes dificuldades para responder à altura. Logo no primeiro game da terceira parcial, a russa perdeu seu serviço. Ela conseguiu devolver a quebra em seguida, mas perdeu novamente seu saque e mostrou grande desânimo com seu jogo.

Venus aproveitou o desequilíbrio emocional da adversária e tomou conta da partida. Confiante, a norte-americana abriu 5-2 e seguiu firme no comando. Com mais uma quebra, Venus fechou o jogo em 6-2 e, assim, garantiu o título.

 

Related posts