Não ao revisionismo histórico e ao retrocesso social, democrático e humano

Os professores da Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo, abaixo relacionados, no ensejo da fala do Presidente do Supremo Tribunal Federal, Ministro Dias Toffoli, proferida no dia 1º/10/18, em evento comemorativo dos 30 (trinta) anos da Constituição Federal, realizado nas dependências da Faculdade, vêm a público deixar claro que não compactuam com o revisionismo histórico proposto pelo Presidente do STF, vez que a tomada do poder pelos militares em 1964 se deu fora de todos os parâmetros da legalidade e, portanto, não pode ser concebida senão como um autêntico golpe, que, para ser mantido, teve que destituir a regularidade institucional, instaurando um regime ditatorial, o qual, inclusive, se valeu de métodos violentos que desconsideraram a plenitude das garantias jurídicas internas e internacionais relativas aos Direitos Humanos. Esse reconhecimento é essencial, tanto para não naturalizar ou mesmo minimizar o sofrimento de todos aqueles que foram vitimados, quanto para que não se admita, sob nenhum pretexto, a repetição de mais uma experiência de Estado de Exceção no país ou mesmo que se estimule “o recrudescimento do discurso de ódio e autoritarismo”, como expresso na bem lançada nota do Centro Acadêmico XI de Agosto.

Imagem retirada do site Carta Maior

Aproveitamos para reafirmar nosso compromisso com a defesa intransigente dos valores democráticos, da regularidade institucional e da eficácia plena dos Direitos Humanos, Sociais, Civis e Políticos constitucionalmente assegurados.

1. Fábio Konder Comparato – Professor Emérito da Faculdade de Direito

2. Dalmo de Abreu Dallari – Professor Emérito da Faculdade de Direito

3. Jorge Luiz Souto Maior – Chefe do Departamento de Direito do Trabalho e da Seguridade Social

4. Gilberto Bercovici – Professor Titular de Direito Econômico e Economia Política

5. Gislene Aparecida dos Santos – Professora Associada, área de concentração em Direitos Humanos

6. Sérgio Salomão Shecaira – Professor Titular de Direito Penal

7. José Augusto Fontoura Costa – Professor de Direito Internacional

8. Alysson Leandro Mascaro – Professor Associado de Filosofia do Direito

9. Alessandro Octaviani – Professor de Direito Econômico e Economia Política

10. Ari Marcelo Solon – Professor Associado do Departamento de Filosofia e Teoria Geral do Direito

+ sobre o tema

SP enquadrou 31 mil negros como traficantes em situações similares às de brancos usuários

Para a polícia de São Paulo, a diferença entre um traficante e...

STF retoma julgamento sobre descriminalização do porte de drogas

O Supremo Tribunal Federal (STF) retoma nesta quinta-feira (20)...

STF começa a julgar nesta terça (18) supostos mandantes da morte de Marielle

O Supremo Tribunal Federal (STF) inicia, na tarde desta...

PL antiaborto viola padrões internacionais e ameaça vida, diz perita da ONU

O PL antiaborto viola padrões internacionais de direitos humanos...

para lembrar

Subúrbia e o novo!

Por Cidinha da Silva Começou Subúrbia! E eu...

O Brasil dos garis e nós do Brasil – Por: Renato Rovai

O Brasil é um país injusto. Muito injusto....

Latinoamérica empuja a un Washington reacio a que apoye la democracia en Honduras

Fonte: Agencia Latinoamericana de Informacion Mark Weisbrot El golpe...

Prefeitura de São José dos Campos retira obra sobre mulheres cientistas das escolas

A prefeitura de São José dos Campos (SP) recolheu a obra Mulheres Sonhadoras, Mulheres Cientistas, composta por dois livros, das escolas e bibliotecas do município. Escritos por...

A direita parlamentar parece ter perdido sua bússola moral

Com o objetivo de adular a extrema direita e constranger o governo, o presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira, facilitou a aprovação de...

Janja defende direito ao aborto legal, diz que projeto é ‘absurdo’ e afirma que Congresso deve garantir acesso ao SUS

A primeira-dama Rosângela da Silva, a Janja, afirmou que do projeto de lei (PL) 1904, que quer colocar um teto de 22 semanas no acesso ao...
-+=