‘No Brasil, venceu o ridículo político’, diz Marcia Tiburi

Filósofa afirma que utilização política da imagem de Marcela Temer é simbolo de um governo arcaico e ultrapassado

Do RBA 

Para a filósofa e escritora Marcia Tiburi, o uso da imagem da primeira-dama, Marcela Temer, alçada nesta semana ao centro do palco no lançamento do programa Criança Feliz, serve para “enfeitar” o governo e “acobertar e desviar o olhar da população daquilo que realmente importa”. Em entrevista à Rádio Brasil Atualna manhã de hoje (7), Marcia afirma que “o ridículo político venceu” e que Temer “se esconde atrás da barra da saia de uma mocinha loira com quem ele casou”.

“No Brasil, o ridículo político venceu. Não nas eleições, venceu na luta indigna que foi o golpe de estado, e esse golpe midiático continua”, diz a filósofa, que acredita que o povo brasileiro, acostumado a assistir telenovelas, vai acompanhar com o mesmo espírito a “primeira-dama fazendo sua pequena cena”.

Em sua visão, o resgate do “primeiro-damismo”, o papel decorativo exercido pela mulher do presidente em questão, é símbolo de um governo arcaico e ultrapassado. “É a política ‘jeca’ que a gente tem hoje. Marcela Temer é o retorno daquilo que há de mais arcaico, cafona e jeca, do ponto de vista estético, mas que corresponde à ética e à política que está em jogo no Brasil, que é arcaica, ultrapassada e não condiz com o sentido da democracia.”

Marcia Tiburi avalia que essa empreitada de comunicação pode representar “tiro no pé”, e lembra repercussão negativa de perfil da primeira-dama, publicado pela revista Veja, que cunhou a expressão ‘bela, recatada e do lar’ e virou motivo de piada na internet, e seu conteúdo repudiado por coletivos feministas. A medida também seria insuficiente para que o povo passe a respeitar e gostar da figura do presidente. “Temer quando se pronuncia leva a pecha de ridículo. Ele é o ridículo político.”

Ouça:

+ sobre o tema

Obama precisa se justificar perante o Congresso sobre ação militar na Líbia

A Casa Branca enviou, nesta quarta-feira, um dossiê de...

O duplo desafio de Obama

- Fonte: O Estado de São Paulo - Conforme...

Entenda 5 propostas do governo Temer que acabam com direitos trabalhistas

A possibilidade de aumento da jornada diária para até...

Total de policiais militares expulsos da corporação cresce 76% em dois anos em SP

  Ato desonroso, atentado às instituições nacionais ou até mesmo...

para lembrar

Mino Carta e a Herança da Casa Grande

Não quero que os ricos chorem, dizia o líder...

Pesquisa Sensus aponta empate entre Serra e Dilma

Pesquisa Sensus encomendada pelo Sintrapav (Sindicato dos Trabalhadores...

Relatora da ONU pede que Bolsonaro desista de pastor evangélico na Funai

A relatora da ONU para o direito dos povos...

Serra prometeu à Chevron mudar regras do pré-sal

Wikileaks revela que José Serra, então pré-candidato do PSDB...

Fim da saída temporária apenas favorece facções

Relatado por Flávio Bolsonaro (PL-RJ), o Senado Federal aprovou projeto de lei que põe fim à saída temporária de presos em datas comemorativas. O líder do governo na Casa, Jaques Wagner (PT-BA),...

Morre o político Luiz Alberto, sem ver o PT priorizar o combate ao racismo

Morreu na manhã desta quarta (13) o ex-deputado federal Luiz Alberto (PT-BA), 70. Ele teve um infarto. Passou mal na madrugada e chegou a ser...

Equidade só na rampa

Quando o secretário-executivo do Ministério da Justiça e Segurança Pública, Ricardo Cappelli, perguntou "quem indica o procurador-geral da República? (...) O povo, através do seu...
-+=