terça-feira, novembro 24, 2020

    Tag: Márcia Tiburi

    Marcia Tiburi enconstada na parede

    Hora de Marcia Tiburi pagar o preço

    Com livro novo, prefaciado por Lula, Tiburi é forçada a mudar-se do Brasil Marcia Tiburi | Fernando Rabelo por Afonso Borges no O Globo Em que ponto o intelecto se descola da realidade? É comum conduzirmos momentos difíceis da vida, os grandes enfrentamentos, com uma boa dose de racionalidade. Marcia Tiburi tem esta qualidade que é, ao mesmo tempo, uma defesa. Moça de coração bom, que veio do interior do Rio Grande do Sul direto para o caldeirão fervente dos combates universitários. Dali, transportou a delicadeza para a literatura. Fez romances, grandes, gordos, deste que o Fernando Sabino dizia que paravam em pé. Foi ao ensaio, mandou recado para as crianças, os jovens, encarou os fascistas - com violência, quando necessário. Subiu aos palanques imaginando uma política nova. E trombou com a velha política. Parou e agora descansa carregando pedras: terminou um livro que se chama ...

    Leia mais

    Márcia Tiburi: “O respeito à Constituição acabou no Brasil desde o golpe de 2016”

    Filósofa e pré-candidata ao governo do Rio de Janeiro considera que o judiciário se encontra em situação de indecência Do Brasil de Fato  Concentração popular pela liberdade de Lula na Cinelândia, Rio de Janeiro / Márcia Tiburi (Facebook) A filósofa e pré-candidata do PT ao governo do Rio de Janeiro, Márcia Tiburi, participou da concentração popular na Cinelândia, no Rio de Janeiro, pela liberdade do ex-presidente Lula realizada neste domingo (8). Em entrevista à Rádio Brasil de Fato, Tiburi criticou o judiciário brasileiro, um dos responsáveis, segundo ela, do processo de golpe que tirou a presidenta Dilma Rousseff do poder em 2016: "Esse atravessamento do judiciário na política brasileira tem sido o sinal mais claro da indecência e indignidade do campo todo da Justiça no Brasil", disse, questionada sobre a decisão de habeas corpus para Lula do desembargador Rogério Favreto não ter sido acatada pela Polícia Federal. Durante a entrevista, a filósofa avaliou que a ...

    Leia mais
    Ricardo Stuckert

    Márcia Tiburi será a candidata do PT ao governo do Rio

    Pré-candidatura da filósofa substitui a do ex-chanceler Celso Amorim, que se dedicará a tarefas nacionais e internacionais pelo PT Da Revista Fórum  Foto: Ricardo Stuckert O PT confirmou, na tarde desta quinta-feira (15), que oficializará a pré-candidatura da filósofa Márcia Tiburi como pré-candidata a governadora do Rio de Janeiro. A formalização acontecerá em uma reunião do diretório estadual na manhã próximo domingo (17). O nome de Márcia Tiburi para o governo foi aventado pela cúpula petista há cerca de duas semanas. Recém-filiada ao PT, a pré-candidatura da filósofa substituirá a do ex-chanceler Celso Amorim, que se dedicará à campanha nacional do PT e ajudará a denunciar a prisão de Lula em fóruns internacionais. “Ele (Amorim) tem cumprido um papel nacional e vai ficar cumprindo estas tarefas nacionais e internacionais”, disse o presidente do PT do Rio de Janeiro, Washington Quaquá.

    Leia mais
    Foto - José Egberto

    A atitude exemplar de Márcia Tiburi – Por Joaquim de Carvalho

    Ontem, depois da entrevista dos advogados de Lula em Porto Alegre, caminhava com Pedro Zambarda pela rua quando vi um homem aparentando 30 anos, com a camisa da CBF, vuvuzela em uma mão e bandeira do Brasil enrolada na outra. Ele andava de cabeça baixa, sozinho. Soube depois que, a algumas quadras dali, houve uma manifestação para comemorar a decisão do Tribunal Regional Federal da 4a. Região. Por Joaquim de Carvalho, da DCM Foto - José Egberto — Ah, tinha um pouquinho de gente. Manifestação grande foi lá na Praia Bela — disse o motorista do Uber, em referência ao ato daqueles que vieram defender a democracia e Lula na capital gaúcha. Hoje, soube que a filósofa Márcia Tiburi, professora na Universidade Mackenzie, abandonou um programa de rádio quando viu que dividiria a bancada com Kim Kataguiri, líder do MBL, que no vídeo que viralizou na internet ...

    Leia mais

    Para Marcia Tiburi, não podemos nos deixar levar pelo ridículo na política

    Em novo livro, filosofa investiga por que brasileiros preferem a piada ao lidar com a crise atual Por Leonardo Cazes Do O Globo O ridículo está em algum lugar entre o riso e o choro, resumido na expressão “rir para não chorar”. Contudo, na política, o ridículo não tem nada de inocente. Ao contrário, ele interdita a reflexão e impede o debate, e já se transformou em modus operandi de muitos políticos. Essa foi a preocupação que levou a filósofa Marcia Tiburi, autora de “Como conversar com um fascista” (Record), a escrever “Ridículo político: uma investigação sobre o risível, a manipulação da imagem e o esteticamente correto” (Record). Em entrevista ao GLOBO, Marcia explica seu conceito e defende que todos precisam se importar mais com a política. Ela lembra que brigar não é se importar. O que você queria mostrar ao escrever sobre o que chama de “ridículo político”? Quis alertar as pessoas ...

    Leia mais

    Márcia Tiburi: “Acredito nos movimentos que funcionam como partido”

    Professora de filosofia acrescenta: “Precisamos de um projeto lúcido de país, que incorpore todos os povos e culturas e perceba o peso do neoliberalismo entre nós e sobre nós” Por Márcia Tiburi, do Outras Palavras  Outras Palavras está indagando, a pessoas que pensam e lutam por Outro Brasil, que estratégias permitirão resgatar o país da crise (Leia a questão completa aqui e veja todas as respostas dos entrevistados aqui). É uma pergunta desafiadora. Acho que precisamos mudar o congresso em 2018, eleger bancadas de professores, intelectuais, feministas, de ativistas antifascistas e anti-racistas. Ao mesmo tempo precisamos fortalecer os movimentos. E, para isso, precisamos participar mais ativamente deles. Para tudo isso, precisamos enfrentar radicalmente o nosso lugar de classe, gênero e raça e assumir a cidadania. A cidadania precisa sair do armário. O povo precisa sair do armário para recuperar a democracia perdida. Eu confio em um bom encontro entre agentes revolucionários, ...

    Leia mais

    Mulheres e poder contra o culto da ignorância machista

    O poder é reservado aos homens em todos os níveis enquanto as mulheres sofrem sob estereótipos e idealizações também naturalizados. Até quando? Por Marcia Tiburi, da Revista Cult  'Susana e os anciãos', de Artemisia Gentileschi, 1652 (Coleção da Galeria Nacional de Arte, Museu em Emília-Romanha, Itália) A representação das mulheres no parlamento brasileiro é uma questão fundamental em nossa cultura política. A desproporção é espantosa tendo cerca de 90% dos cargos ocupados por homens e apenas cerca de 10% por mulheres. Muitas pessoas se perguntam por que há tão poucas mulheres ocupando cargos nos espaços de poder em geral. No mundo da iniciativa privada os números não são diferentes. Mulheres trabalham demais, são maioria em algumas profissões, mas ocupam pouquíssimos cargos de poder. Como se fosse um direito natural, o poder é reservado aos homens em todos os níveis enquanto as mulheres sofrem sob estereótipos e idealizações também naturalizados. O ato de ...

    Leia mais

    Lugar de fala e ético-política da luta

    O lugar de fala é o lugar democrático em relação ao qual precisamos de diálogo, sob pena de comprometer a luta Por Marcia Tiburi Do Revista Cult Para Tainá Reis e Vilma Piedade, companheiras de muitas lutas que me fazem pensar todo dia mais e mais  As chamadas minorias alcançaram seu lugar no cenário político por meio da afirmação da identidade. É importante sublinhar que o termo minoria em seu uso isolado perde sua conotação fundamental, por isso, não apenas por dever didático, é que devemos sempre falar em minorias políticas. Não poderia deixar de ser assim, a participação política implica a entrada do corpo marcado no lugar que o poder reservou para si contra os corpos, aquele lugar onde o poder se exerce para dominar o outro, para subjugar, para submeter, transformando cada um em objeto: o trabalhador no capitalismo, a mulher no patriarcado, o negro na raça, as formas ...

    Leia mais

    “Um grande despertar feminista está sendo produzido”, diz Marcia Tiburi

    “No geral, vemos que a violência contra as mulheres continua a crescer, enquanto seu lugar no parlamento continua a diminuir. Para mim, a maior questão a ser enfrentada pelas mulheres é justamente a sua irrepresentabilidade na política. Fosse diferente, fosse mais significativa até, e teríamos outra sociedade”, problematiza a filósofa e professora Marcia Tiburi. No Catarinas A reflexão é parte importante de um processo que pensa as mulheres no centro da sua própria mudança, ou seja, enquanto as mulheres não puderem tomar as decisões, dificilmente teremos decisões favoráveis para elas. Com esse entendimento, a Assembleia Legislativa de Santa Catarina (ALESC), através da Bancada Feminina, realiza o Seminário “Os Direitos das Mulheres”, no dia 07 de março. A programação do evento prevê a palestra “O direito das mulheres na perspectiva destes tempos”, ministrada por Marcia, às 10h. A entrada é gratuita e aberta ao público. Em entrevista ao Portal Catarinas, Marcia, fala sobre a luta das ...

    Leia mais

    Assassino de Campinas atirou sozinho, mas não inventou assassinato de mulheres sozinho, diz filósofa

    Os primeiros minutos de 2017 ficaram marcados por um massacre que chocou o país. Em Campinas (SP), um homem invadiu a casa onde sua ex-mulher celebrava o Ano Novo com a família e começou a atirar. Ela e mais onze pessoas morreram, incluindo outras oito mulheres e o filho de ambos, de 8 anos. Em seguida, ele se matou. Por Renata Mendonça, do BBC Brasil Massacre que deixou 12 pessoas mortas em Campinas, sendo 9 mulheres, chocou o país na noite do réveillon Sidnei Ramis de Araújo, de 46 anos, deixou algumas cartas e áudios para "explicar" sua atitude. Neles, chamou a ex-mulher de "vadia" por ter conseguido a guarda do filho em um processo que incluiu acusações de que ele teria abusado sexualmente da criança, condenou a Lei Maria da Penha - a qual chamou de "lei vadia da penha" -, e disse que queria "pegar o máximo de ...

    Leia mais

    É impossível olhar para trás e não pensar no passado que temos pela frente

    "É impossível olhar para trás e não pensar no passado que temos pela frente". É parafraseando Millôr que a filósofa Márcia Tiburi diz, em artigo pulicado na revista Cult, na quarta (28), que não basta lamentar os retrocessos de 2016 e ansiar um ano novo melhor. É preciso exercitar algumas noções de humanização e compreender a importância das práticas políticas. Fonte: GGN por, Marcia Tiburi A uma sociedade que teve reações tímidas diantes de um golpe de Estado, ainda é preciso ensinar que se manter averso à política interessa àqueles que ganham com ela. Se a gente não fizer política, alguém fará pela gente. Humanização, desumanização e o que isso tem a ver com política Muitas pessoas se queixaram do ano de 2016. Apesar de muito leite derramado, foi um ano, sem dúvida, democrático, no sentido de muitas partilhas: PEC 55 para todos, neoliberalismo para todos, destruição da educação e ...

    Leia mais

    Duas caras na política, no cotidiano, na vida: o problema da consciência dissociada.

    Há um fator fundamental a ser analisado na formação política e cultural de nossa época. Trata-se da “consciência dissociada”. O termo consciência é complicado, mas significa basicamente o modo como as pessoas pensam. Consciência tem a ver com mentalidade. A mentalidade, por sua vez, é construída no âmbito social e coletivo. Ninguém pensa sozinho, mas pensa a partir de influências diversas. Filosofia, nesse contexto, é um modo de buscar um pensamento próprio, o que só acontece como busca que precisa ser levada a sério de um modo honesto. Se perdemos de vista os elementos “inconscientes” que regem nossas ações, corremos o risco de cair na dissociação da consciência que precisamos analisar com cuidado. Por Marcia Tiburi Do Revista Cult A consciência dissociada é aquela em que o que se pensa e o que se faz andam em desacordo. Ela diz respeito à contradições: um político que age contra o povo quando ...

    Leia mais

    Votos brancos, nulos ou a política do cínico e do otário

    Cínicos são os que acionam a armadilha da não política, otários são os que caem no elogio da vida sem política Por Marcia Tiburi, da Revista Cult Como professora de filosofia eu me preocupo com o quê as pessoas pensam e falam, com o modo como as pessoas pensam e falam, e também com os resultados práticos desses atos. Nessa linha, eu gostaria de fazer um comentário sobre um curioso fenômeno da cultura contemporânea. Verificamos que vários políticos discursaram dizendo que não eram políticos e isso foi estranhamente bem recebido pelo público, tanto que alguns até se elegeram no primeiro turno com esse tipo de conversa, que já virou moda entre os que pensam que não fazem política apenas porque falam que não fazem… Então, vamos analisar um pouco o que se passa. Em primeiro lugar, é bem estranho que alguém fale que não é político justamente durante uma campanha política. ...

    Leia mais

    Feminismo: ativistas explicam conceitos ligados à filosofia

    Movimento social e político luta pelos direitos das mulheres Do GShow    A jornalista Sueide Kintê é idealizadora da campanha 'Mais Amor Entre Nós' (Foto: TV Bahia) A difusão da filosofia feminista e alguns conceitos ligados ao tema foram pautados pelo Mosaico Baiano no programa de sábado, 8. Na matéria, o apresentador Alessandro Timbó conversa com a jornalista Sueide Kintê, idealizadora da campanha “Mais Amor Entre Nós”, que troca serviços gratuitos entre mulheres. Ela explica que “a luta feminista não é contra o homem, é contra o pensamento que não admite que a mulher ocupe espaço de poder e seja respeitada”. Filósofa Márcia Tiburi explica conceitos ligados ao feminismo (Foto: TV Bahia) A filósofa Marcia Tiburi explica que o movimento “é uma desconstrução que parte da constatação da condição feminina como uma condição secundária e inessencial, justamente para incluir aquelas pessoas que ficaram excluídas dos processos sociais, políticos, econômicos e ...

    Leia mais

    Ódio à inteligência: sobre o anti-intelectualismo

    Os preconceitos não são inúteis. Eles tem uma função importantíssima na economia psíquica do preconceituoso. Sem os preconceitos, a vida do preconceituoso seria insuportável. Os preconceitos servem na prática para favorecer uns e desfavorecer outros, para confirmar certezas incontrastáveis, manter a ordem e descontextualizar os fenômenos. São parte fundamental dos jogos de dominação e de poder, servem para mistificar, para manipular, mas servem sobretudo para sustentar um ideal falso na pessoa do preconceituoso, ideal acerca de si mesmo, um ideal de “superioridade”, sem o qual os preconceitos seriam eliminados porque perderiam, aí sim, a sua função fundante. Por Marcia Tiburi e Rubens Casara Do Revista Cult Ainda que sejam psicológicos e não lógicos, daí a aparência de irracionalidade, os preconceitos funcionam a partir de uma lógica binária, bem simples, uma espécie de “lógica da identidade”, mas em um sentido muito elementar, a lógica da medida que reduz tudo, seja a vida, ...

    Leia mais
    Marcia Tiburi: novo trabalho sugere o diálogo como ferramenta democrática para evitar uma radicalização dos discursos

    ‘No Brasil, venceu o ridículo político’, diz Marcia Tiburi

    Filósofa afirma que utilização política da imagem de Marcela Temer é simbolo de um governo arcaico e ultrapassado Do RBA  Para a filósofa e escritora Marcia Tiburi, o uso da imagem da primeira-dama, Marcela Temer, alçada nesta semana ao centro do palco no lançamento do programa Criança Feliz, serve para "enfeitar" o governo e "acobertar e desviar o olhar da população daquilo que realmente importa". Em entrevista à Rádio Brasil Atualna manhã de hoje (7), Marcia afirma que "o ridículo político venceu" e que Temer "se esconde atrás da barra da saia de uma mocinha loira com quem ele casou". "No Brasil, o ridículo político venceu. Não nas eleições, venceu na luta indigna que foi o golpe de estado, e esse golpe midiático continua", diz a filósofa, que acredita que o povo brasileiro, acostumado a assistir telenovelas, vai acompanhar com o mesmo espírito a "primeira-dama fazendo sua pequena cena". Em ...

    Leia mais

    Marcia Tiburi: uma filósofa engajada

    Uma rara pensadora sem fronteiras, capaz de se fazer entender pelo mais variado público, do erudito ao popular, dos teóricos contemplativos aos aguerridos militantes políticos por um outro mundo possível. Contestadora e coerente, de um pensamento denso sem ser prepotente, Marcia Tiburi é o exemplo vivo de uma intelectual capaz de praticar o próprio pensamento e, ainda, deliciar seus leitores com belos e significativos textos. Por Rubens Casara Do Caliban Marcia Tiburi nasceu no sul do Brasil em 1970 e começou a estudar filosofia no final dos anos 80, enquanto também cursava a faculdade de artes. Doutorou-se em filosofia no final dos anos 90 na Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) com uma tese sobre a obra do pensador alemão Theodor Adorno. Em seguida, fez estudos de pós-doutoramento sobre história da arte e feminismo na Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Marcia Tiburi, filósofa, professora universitária e romancista tornou-se conhecida ...

    Leia mais

    Marcia Tiburi : “Estamos numa nova ditadura”

    Artista plástica, professora de filosofia e escritora, Marcia Tiburi faz uma análise profunda e corajosa do golpe brasileiro em entrevista exclusiva ao 247; ela afirma que "Temer é um invotável", e o define "entre o abnóxio... ou seja, o insosso, o invotável e o horroroso" e também como "mordomo de velório"; "Tudo o que aconteceu no Brasil, aliás, tem a ver com enredo de filme de terror", diz ela; "Serra é um vampiro assim como ele", continua; e "seu ministério foi catado na máfia da política"; Marcia vaticina, no entanto, que apesar de já estarmos numa "nova ditadura", "dias piores virão"; ela teme que "um canalha como Eduardo Cunha vire presidente do Brasil numa eleição indireta" Por Alex Solnik, do 247 Artista plástica, professora de filosofia e escritora, Marcia Tiburi graduou-se em filosofia pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul e em Artes Plásticas pela Universidade Federal do Rio ...

    Leia mais

    Marcia Tiburi: o Brasil não é mais uma democracia

    “O Brasil não é mais uma democracia. Vivemos em um estado de exceção”, afirmou a filósofa, escritora e artista plástica Marcia Tiburi. Para a pensadora, o processo golpista que afastou a presidenta Dilma Rousseff (PT) e empossou interinamente seu vice, Michel Temer (PMDB), faz parte de uma conjuntura de separação do indivíduo com o coletivo. “As pessoas ficaram vendidas para uma visão individualista, e a sociedade vive um profundo esquecimento do que significa ser sociedade” Do Brasil247 “O Brasil não é mais uma democracia. Vivemos em um estado de exceção”, afirmou a filósofa, escritora e artista plástica Marcia Tiburi. Para a pensadora, o processo golpista que afastou a presidenta Dilma Rousseff (PT) e empossou interinamente seu vice, Michel Temer (PMDB), faz parte de uma conjuntura de separação do indivíduo com o coletivo. “As pessoas ficaram vendidas para uma visão individualista, e a sociedade vive um profundo esquecimento do que significa ...

    Leia mais

    Estupro em potencial – para pensar a cultura do estupro

    Atualmente, discute-se se existe ou não algo como uma cultura do estupro. Creio que é uma expressão válida pelos aspectos que vou tentar expor a seguir. Por Marcia Tiburi, da Revista Cult Por cultura do estupro quer-se expor o nosso modo de viver,  que inclui formas de pensar e de agir, no qual o estupro foi naturalizado. Isso quer dizer que o estupro seria algo tão banal, tão corriqueiro, tão comum, que não nos preocuparíamos com ele. Fato a ser considerado é que a sociedade que nesse momento está muito comovida, não se preocupa com o estupro de um modo geral. Não se pode desconsiderar que no momento em que um caso de repercussão ganha a atenção da grande mídia ou das redes sociais, todos se manifestam “indignados”, inclusive aqueles que estão inseridos e incentivam a cultura do estupro. No entanto, quando passa a comoção,  a mesma sociedade como um todo vira ...

    Leia mais
    Página 1 de 2 1 2

    Últimas Postagens

    Artigos mais vistos (7dias)

    Twitter

    Welcome Back!

    Login to your account below

    Create New Account!

    Fill the forms bellow to register

    Retrieve your password

    Please enter your username or email address to reset your password.

    Add New Playlist