sexta-feira, janeiro 27, 2023
InícioÁfrica e sua diásporaPatrimônio CulturalNo Rio, Bolt quer ter agenda intensa: praia, boate, mulheres e...

No Rio, Bolt quer ter agenda intensa: praia, boate, mulheres e Neymar

Antes de correr a prova de 150m em Copacabana, jamaicano afirma que problemas como o do Engenhão ‘acontecem em qualquer lugar do mundo’

Por Lydia Gismondi

Com cara de sono, Usain Bolt parecia acanhado logo no início de seu primeiro compromisso no Rio de Janeiro, uma entrevista coletiva em um hotel da Zona Sul. Mas o homem mais rápido do mundo, que chegou antes das 6h da manhã desta quinta-feira na cidade, não demorou muito para deixar escapar seu lado descontraído. O velocista comentou sobre o fechamendo do Engenhão e arrancou risadas ao revelar o que pretende fazer durante sua estada na Cidade Maravilhosa: aproveitar a praia, as mulheres, conhecer Neymar, ir a uma discoteca e comer ovo de Páscoa. No próximo domingo, o astro vai disputar o desafio “Bolt contra o Tempo”, prova dos 150m na pista montada na praia de Copacabana. O evento será transmitido ao vivo dentro do Esporte Espetacular.

– Eu gosto muito de futebol. Tem um jogador que eu gostaria muito de encontrar que é o Neymar – disse Bolt, que tem vontade de jogar futebol depois que se aposentar das pistas.

O desafio no Rio de Janeiro, no domingo, vai marcar o início de temporada de Bolt em provas de velocidade. Em 2009, em Manchester, na Inglaterra, o jamaicano teve sua primeira experiência correndo em uma pista provisória na rua. Na ocasião, cravou o melhor tempo dos 150m (14s35). Desta vez, porém, será sua estreia em uma competição disputada na praia.

– Vai ser a minha primeira prova de velocidade na temporada. Já tive a oportunidade de correr em uma pista na rua (Manchester, 2009), mas vai ser interessante ter a oportunidade de correr em Copacabana.

usainbolt aldur05

Animado para correr na pista montada no cartão-postal carioca, o jamaicano, minimizou o fechamento do Engenhão, local das provas do atletismo no Rio 2016.

– Os Jogos vão começar daqui a três anos. Tem tempo para acertar isso até lá. Problemas como esses acontecem em qualquer lugar do mundo – disse.

Praia, mulheres, boate…

Descontraído e rindo bastante, o bicampeão olímpico dos 100m, 200m e revezamento 4x100m contou sobre o que mais conhece sobre o Brasil e traçou outros objetivos, além de vencer a prova em Copacabana:

– Sei várias coisas sobre o Brasil, mas o que mais sei é sobre as praias e sobre as meninas que vão às praias. Então, é claro que eu quero ir à praia. Nunca consigo ir. E também quero ir a uma discoteca – disse Bolt, que também quer provar os ovos de Páscoa brasileiros.

bolt contra o tempo 02
No domingo, Bolt vai enfrentar o antiguano Daniel Bailey, o equatoriano Alex Quiñones e um representante brasileiro, que sairá de uma bateria qualificatória no sábado entre Sandro Viana, Bruno Lins, Nilson André e Aílson Feitosa. O jamaicano tentará superar o melhor tempo do mundo na prova de 150m (14s35), dele mesmo. A prova principal será transmitida ao vivo dentro do Esporte Espetacular, da TV Globo.

Além do evento principal, a pista receberá um desafio feminino, entre as brasileiras Rosângela Santos, Vanda Gomes, Evelyn Santos e Franciele Graças, e um duelo paralímpico. Alan Fonteles, campeão dos 200m T44 dos Jogos de Londres e recordista mundial, vai correr contra o americano Jerome Singleton, prata nos 100m em Pequim 2008 e considerado um dos atletas mais velozes da atualidade.
Esta é a segunda vez que Bolt vem ao Brasil. No ano passado também esteve no Rio, mas apenas para turismo. Ele visitou o Cristo Redentor e passeou de helicóptero.

 

 

Fonte: Globoesporte 

Artigos Relacionados
-+=
PortugueseEnglishSpanishGermanFrench