Nota oficial sobre o incêndio de templo religioso em Brasília

Como presidente da Comissão de Direitos Humanos e Minorias, declaramos nosso repúdio veemente contra o atentado que destruiu o templo (Ilê) da Mãe Baiana, em Brasília, esta noite (de 27 de novembro).

Da Câmara 

O incêndio criminoso se reveste dos traços de racismo, ódio e intolerância religiosa, que provocou a perda de objetos religiosos de relevante valor simbólico e que poderia ter causado mortes, caso houvesse pessoas alojadas naquele momento.

Este é mais um incêndio de templo religioso de matriz africana, que tem sido recorrente no Brasil, inclusive no Distrito Federal e Entorno. E atinge uma sacerdotisa que também é conhecida por sua liderança do povo de terreiro em nível nacional.

Exigimos que as autoridades policiais do Distrito Federal apurem com todo o rigor que o caso requer. Do contrário estaria configurada dupla vitimização, como tem ocorrido em outros casos de violência contra templos do Candomblé e da Umbanda, em que prevaleceu o descaso de autoridades policiais e a impunidade dos criminosos.

A Comissão de Direitos Humanos e Minorias tem realizado eventos e agido em prol da tolerância, do respeito e do diálogo entre todas as fés e denominações religiosas, assim como em defesa do Estado laico, como padrões básicos de civilização e prevalência dos direitos humanos.

Condenamos não só os que ateiam fogo a templos. Também devem ser condenadas as manifestações intolerantes e fundamentalistas que dão suporte e encorajam ações violentas como essa que resultou na destruição do templo de Mãe Baiana. Entretanto, não generalizamos, pois somos testemunhas do empenho de lideranças e personalidades de todas as religiões que tem contribuído para o diálogo e o respeito inter-religioso.

 

+ sobre o tema

Seduc-SP oferece cursos de inglês, espanhol, Libras e mais

Os Centros de Estudos de Línguas da Secretaria da Educação...

Inscrições para o Enem 2024 começam hoje

Começa nesta segunda-feira (27) e vai até 7 de...

FGV e Fundação Itaú oferecem bolsas de mestrado em comunicação digital e cultura de dados

A FGV-ECMI (Escola de Comunicação, Mídia e Informação da...

Projeto de escolas cívico-militares é aprovado na Alesp após estudantes serem agredidos por policiais

O projeto de lei que prevê a implementação das escolas...

para lembrar

Chamada para o Edital Juventude Negra – Macaé Evaristo

Macaé Evaristo, secretária de educação de Minas Gerais, faz...

Calouro abandona curso de medicina após trote violento

O estudante sofreu ferimentos físicos e perdeu a consciência...

Mulher é a primeira negra a concluir doutorado em educação na UFSM

Maria Rita Py Dutra defendeu tese sobre inserção de...
spot_imgspot_img

Projeto SETA reforça importância da aprovação de texto elaborado na Conferência Nacional de Educação (Conae), que inclui educação antirracista e ação para a equidade...

O Projeto SETA, iniciativa realizada pela ActionAid, cujo objetivo é transformar a rede pública escolar brasileira em um ecossistema de qualidade social antirracista, acompanha de perto...

Seduc-SP oferece cursos de inglês, espanhol, Libras e mais

Os Centros de Estudos de Línguas da Secretaria da Educação do Estado de São Paulo (Seduc-SP) estão com inscrições abertas para os cursos de idiomas do...

Inscrições para o Enem 2024 começam hoje

Começa nesta segunda-feira (27) e vai até 7 de junho o período de inscrições para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2024. No...
-+=