Obras completas de Luiz Gama são lançadas na Faculdade de Direito

Enviado por / FonteJornal da USP

Textos inéditos do abolicionista estão nos dez volumes que serão apresentados nesta sexta-feira, dia 1º, às 17h30

Nesta sexta-feira, dia 1º, às 17h30, a Faculdade de Direito da USP promove o lançamento das obras completas, em dez volumes, do advogado abolicionista Luiz Gama (1830-1882), que em junho passado recebeu o título póstumo de Doutor Honoris Causa da USP. Coordenado pelo Centro Acadêmico XI de Agosto da Faculdade de Direito da USP e pela Associação dos Antigos Alunos da faculdade, o evento será transmitido ao vivo pelo canal daquele centro acadêmico no Youtube.

O lançamento terá a presença do editor das obras completas de Luiz Gama, Bruno Rodrigues de Lima, pesquisador-visitante do Max-Planck-Institut für europäische Rechtsgeschichte, em Frankfurt, na Alemanha. Ao longo de nove anos, Lima pesquisou em arquivos de jornais e de órgãos do Poder Judiciário brasileiro. No total, reuniu cerca de 800 textos de Gama, dos quais 600 são inéditos. Na edição da Editora Hedra, com mais de 5 mil páginas, eles se dividem nos volumes intitulados PoesiaProfeciaComédiaDemocraciaDireitoSátiraCrimeLiberdadeJustiça e África-Brasil.

Além de Lima, participarão do lançamento os professores Calixto Salomão Filho, da Faculdade de Direito da USP, e Lígia Fonseca Ferreira, da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), que falarão sobre “A importância de Luiz Gama e de suas obras completas”. Já os professores Alysson Mascaro e Gilberto Bercovici, ambos da Faculdade de Direito da USP, abordarão o tema “Gama e o Brasil atual”.

“Impedido de estudar na Faculdade de Direito do Largo São Francisco, Gama adquiriu conhecimento jurídico ao participar das aulas como ouvinte e ganhou notoriedade como rábula (o que advoga sem ter o diploma de Direito), na defesa dos cidadãos negros, escravizados”, destacou a Assessoria de Imprensa da Faculdade de Direito da USP, em nota assinada pelo jornalista Kaco Bovi. “Entre as várias homenagens neste ano estão o recebimento do título Honoris Causa da USP, o filme recém-lançado Doutor Gama e, agora, a coletânea de suas obras. Ele tem seu nome gravado em sala da Faculdade de Direito da USP, sendo o primeiro brasileiro negro a receber a honraria da instituição.”

“Gama nasceu em Salvador (BA) e relata ter sido vendido por seu pai a um contrabandista aos 10 anos. Aos 17, completou seu processo de alfabetização e, no ano seguinte, fugiu do cativeiro. A partir daí, iniciou sua trajetória política e social. ‘Gama é um dos nossos’, ressalta o diretor da Faculdade de Direito da USP, professor Floriano de Azevedo Marques Neto, que fará a abertura dos trabalhos, ao lado da presidente do Centro Acadêmico XI de Agosto, Letícia Chagas”, acrescenta a nota.

O evento de lançamento das obras completas de Luiz Gama será realizado nesta sexta-feira, dia 1º, às 17h30, no canal do Centro Acadêmico XI de Agosto da Faculdade de Direito da USP no Youtube.

+ sobre o tema

Musical mostra a nobreza e o fino do samba

"Tudo foi pensado para ser simples. Para ser direto,...

Países do G7 vão anular dívida do Haiti, diz ministro do Canadá

Clube de Paris já havia anunciado cancelamento dos débitos.Membros...

Mulheres descobrem a beleza de manter os cabelos naturalmente crespos

Desde os 12 anos, para a estudante Bruna Caroline...

Identidade negra é tema do livro de poemas Gramática da Ira, de Nelson Maca

Escritor lança publicação na Biblioteca Alceu Amoroso Lima, no...

para lembrar

Obama em Selma: ‘marcha contra racismo não terminou’

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, saudou neste...

Em filme, Beyoncé vai além da música e se impõe como a autora de ‘Renaissance’

"Estou animada para as pessoas verem o show", diz Beyoncé,...

Denúncias contra o racismo e o racismo ambiental vencem o Prêmio Megafone de Ativismo

O desabafo de Dona Lurdinha (@dona_lurdinha_de_acupe) sobre racismo ambiental,...

Conceição Evaristo: A Cor dos Olhos da Minha mãe

Conceição Evaristo no Congresso de Escritoras Brasileiras em Nova...
spot_imgspot_img

Flávia Souza, titular do Fórum de Mulheres do Hip Hop, estreia na direção de espetáculo infantil antirracista 

Após mais de vinte anos de carreira, com diversos prêmios e monções no teatro, dança e música, a multiartista e ativista cultural, Flávia Souza estreia na...

Tony Tornado relembra a genialidade (e o gênio difícil) do amigo Tim Maia, homenageado pelo Prêmio da Música Brasileira

Na ausência do homenageado Tim Maia (1942-1998), ninguém melhor para representá-lo na festa do Prêmio da Música Brasileira — cuja edição 2024 acontece nesta quarta-feira (12),...

Rihanna já tem atriz favorita para possível cinebiografia

Rihanna está se antecipando em relação a como quer ser vista, caso sua história venha a ser uma cinebiografia em algum momento do futuro. A cantora...
-+=