Obrigada, querida, Perolina Lyra, pelo presente que se transformou em um grande quilombo de ideias.

Recebi de presente um livro preto:  As Mulheres Abayomis , do soteropolitano, Adilson Passos, que conta e ressignifica histórias para o povo preto e mais gentes.

Por Arísia Barros, do Cada Minuto 

Imagem retirada do site Cada Minuto

A obra literária me chegou como tesouro raro,com dedicatória feito celebração de lutas:- Arísia Barros, estive em Salvador,  e ao me deparar com essa publicação só lembrei de você.

O livro, que ela me deu de presente, fala sobre mulheres pretas, ativismo e  sobre as bonecas abayomi, símbolo da sobrevivência negreira.

A moça  foi a Salvador, na Bahia de Todos os Santos e me trouxe um livro de presente. Preciso dizer, que, verdadeiramente receber livro preto oxigena os caminhos do ativismo, fortalecendo passos e deixa o coração em festa.

Obrigada, querida, Perolina Lira, Superintendência de Identidade e Diversidade Cultural da Secretaria de Estado da Cultura.

Li e reli o  livro de um fôlego só,  e para rememorar o 25 de julho, dia Nacional de Tereza de Benguela e da Mulher Negra,  o Instituto Raízes de Áfricas ,com apoio da Secretaria de Estado de Ressocialização e Inclusão Social  realiza, no final do mês de julho, uma Roda de Conversa para recontar essa história preciosa para as mulheres reclusas em celas do Pesídio Santa Luzia, em Maceió Alagoas.

Falar para as mulheres privadas de liberdade sobre o poder da pretitude que resiliente, conjuga a liberdade como ideologia permanente. Mulheres pretas que redescobrem o poder identitário.

O livro que ela me deu de presente será fonte de  grande acolhimento  para mulheres do  Presídio Santa Luzia.

Obrigada, querida, Perolina Lyra, pelo presente que se transformou em um grande quilombo de ideias.

Obrigada!

+ sobre o tema

Brasil ainda tem “sentimento saudosista da escravidão”, diz pesquisadora

À frente de estudo sobre preconceito contra domésticas, Juliana...

Violência e homofobia de seguranças do Carrefour

Ao ir no Hipermercado Carrefour João Dias, por volta...

O poder do amor próprio

Minha história se inicia no dia 30/01/1993, em uma...

Escola de Pais de Homossexuais de Sorocaba será anunciada em evento

Para assistir à palestra "Pais e filhos: a dificuldade...

para lembrar

Chefia feminina ainda predomina em lares sem cônjuge

Mas já há sinais de mudança nos arranjos familiares por Flávia...

Revista francesa revela que dirigente de partido antigay é… gay

A revista francesa "Closer" revelou nesta sexta-feira (12) que...

O envelhecimento da mulher como um fato incomum

Durante a semana passada, meus olhos sangraram quando me...

Dia dos pais

Passei o último domingo com minhas filhas de 20...
spot_imgspot_img

O mapa da LGBTfobia em São Paulo

970%: este foi o aumento da violência contra pessoas LGBTQIA+ na cidade de São Paulo entre 2015 e 2023, segundo os registros dos serviços de saúde. Trata-se de...

Grupos LGBT do Peru criticam decreto que classifica transexualidade como doença

A comunidade LGBTQIA+ no Peru criticou um decreto do Ministério da Saúde do país sul-americano que qualifica a transexualidade e outras categorias de identidade de gênero...

TSE realiza primeira sessão na história com duas ministras negras

O TSE realizou nesta quinta (9) a primeira sessão de sua história com participação de duas ministras negras e a quarta com mais ministras...
-+=