Odair Santos ganha a primeira medalha do Brasil na Paralimpíada da Rio-2016

Com a meta de chegar no Top 5 do quadro de medalhas, o Brasil começou com o pé direito nos Jogos Paralímpicos do Rio de Janeiro. O paratleta Odair Santos, de 35 anos, conquistou a medalha de prata na prova dos 5.000m T11, na manhã desta quinta-feira, no Engenhão. O brasileiro fez o tempo de 15m17s55. Foi a primeira medalha do país na Rio-2016

Por Leonardo Maior Do Extra

Odair ficou em segundo após liderar boa parte da prova, que foi vencida pelo queniano Samwell Kimani, que se tornou bicampeão olímpico na Rio-2016, com o tempo de 15min16s11. O bronze ficou com o também queniano Wilson Bll, com 15min22s96.

O brasileiro dedicou a conquista à sua esposa, aniversariante do dia.

– Queria dar o ouro a ela, mas não foi dessa vez – comentou.

+ sobre o tema

Projeto Identidade levanta a questão da representatividade do negro na cultura pop

Você já ouviu falar aqui na Zupi sobre o Projeto...

Fashion Week: Protesto por mais modelos negros na passarela

Com faixas e um megafone, cerca de 25 integrantes...

Kiebe-kiebe – Danças e tradições congolesas chegam a Havana

A assessora cultural da presidência da República do Congo,...

para lembrar

Multicampeão francês de judô acusa badalado bar de Paris de racismo

O pentacampeão mundial e campeão olímpico de judô...

Milton Cunha: Semiologia de pele negra

A importância de ver o povo negro manipulando os...

Nordeste do Brasil facilita comércio com a África

  Três países africanos de língua oficial portuguesa...

No melhor lugar

Manoelzinho Salustiano traz a São Paulo o maracatu do...
spot_imgspot_img

Flávia Souza, titular do Fórum de Mulheres do Hip Hop, estreia na direção de espetáculo infantil antirracista 

Após mais de vinte anos de carreira, com diversos prêmios e monções no teatro, dança e música, a multiartista e ativista cultural, Flávia Souza estreia na...

Tony Tornado relembra a genialidade (e o gênio difícil) do amigo Tim Maia, homenageado pelo Prêmio da Música Brasileira

Na ausência do homenageado Tim Maia (1942-1998), ninguém melhor para representá-lo na festa do Prêmio da Música Brasileira — cuja edição 2024 acontece nesta quarta-feira (12),...

Segundo documentário sobre Luiz Melodia disseca com precisão o coração indomado, rebelde e livre do artista

Resenha de documentário musical da 16ª edição do festival In-Edit Brasil Título: Luiz Melodia – No coração do Brasil Direção: Alessandra Dorgan Roteiro: Alessandra Dorgan, Patricia Palumbo e Joaquim Castro (com colaboração de Raul Perez) a partir...
-+=