OMS decreta emergência sanitária mundial por zika vírus e microcefalia

Para a Organização Mundial da Saúde, disseminação do vírus e sua provável ligação com a microcefalia justificam o alerta de emergência

Do ZH

A Organização Mundial da Saúde (OMS) decretou nesta segunda-feira estado de emergência sanitária mundial por conta da ameaça do zika vírus. O anúncio foi feito durante uma coletiva de imprensa em Genebra, na Suíça. A declaração, dada apenas em casos de ameaças globais, representa o maior nível de alerta da OMS.

O alerta surge principalmente em função da provável ligação entre o vírus e a microcefalia, que tem aumentado no Brasil. Há 270 casos confirmados em bebês brasileiros e 3.449 suspeitos desde 2015. O anúncio foi feito ao fim da primeira reunião do Comitê de Emergência sobre zika vírus da OMS.

Screen Shot 2016-02-02 at 9.31.43 AM

— É necessária uma resposta internacional para minimizar essa ameaça nos países infectados e reduzir o risco de disseminação internacional — disse a  diretora-geral da OMS, Margaret Chan, informando que a concentração de quadros de malformação congênita em bebês e síndromes neurológicas em regiões afetadas pelo zika constituem “um evento extraordinário e uma ameaça à saúde pública de outras partes do mundo”.

Chan avaliou ainda que a ausência de uma vacina contra o zika e de testes de diagnóstico confiáveis, somados à falta de imunidade na população dos países afetados pelo vírus, constituem fatores de preocupação para a OMS.

O mais alto nível de alerta só havia sido dado em três outras ocasiões pela OMS: em 2009, com a epidemia da gripe H1N1; em maio de 2014, com o ressurgimento de uma forma de poliomielite na Síria e no Paquistão; e em agosto de 2014, devido ao ebola.

titulo1

imagem2

 

titulo2

imagem3

titulo 3

imagem1

texto1

texto2

+ sobre o tema

Saúde de idosos negros de SP é pior que a de idosos brancos, aponta estudo

Estudo conduzido pelo doutor em epidemiologia Roudom Ferreira Moura...

A rede Globo criminaliza o movimento de resistencia do Maracanã

Edição e publicação da rede Globo criminaliza o movimento...

Seppir: ministra defende política de comunicação étnico-racial para fortalecimento das mídias negras

Referenciar a grande imprensa e instituições desmitificando aspectos da...

para lembrar

11 maneiras de cuidar da saúde mental em tempos de notícias difíceis

Você não está sozinho quando se sente atingido por...

EUA aprovam uso de DIU hormonal por até 8 anos; qual a importância disso?

Recentemente o FDA (Food and Drug Administration), um órgão...

Brasil cai uma posição no ranking de desenvolvimento humano da ONU

O Brasil caiu uma posição no ranking de desenvolvimento...
spot_imgspot_img

NOTA PÚBLICA | Em repúdio ao PL 1904/24, ao equiparar aborto a homicídio

A Comissão de Defesa dos Direitos Humanos Dom Paulo Evaristo Arns – Comissão Arns vem a público manifestar a sua profunda indignação com a...

Nota pública do CONANDA contrária ao Projeto de Lei 1904/2024

O Conselho Nacional dos Direitos da Criança e do Adolescente – CONANDA, instância máxima de formulação, deliberação e controle das polícas públicas para a...

Marcelo Paixão, economista e painelista de Geledés, é entrevistado pelo Valor

Nesta segunda-feira, 10, o jornal Valor Econômico, em seu caderno especial G-20, publicou entrevista com Marcelo Paixão, economista e professor doutor da Universidade do...
-+=