Orientações da Mãe Stella”, ialorixá brasileira cria app para difundir a generosidade e a tolerância religiosa

Nem só de jovens antenados vive o mundo da tecnologia. Um novo aplicativo acaba de ser lançado por esta ialorixá brasileira de 92 anos. A proposta do app é justamente abordar temas como tolerância religiosa, generosidade e evolução espiritual.

no Hypeness

A ideia de criar o “Orientações da Mãe Stella” surgiu quando a ialorixá Mãe Stella de Oxóssi leu uma reportagem sobre aplicativos e ficou curiosa a respeito da tecnologia. Após conversar com outras pessoas sobre o tema, ela decidiu criar o seu próprio app, disponível gratuitamente na Play Store.

Mãe Stella é uma das mais conhecidas ialorixás (chefes de terreiros de candomblé) do Brasil. Ela lidera o terreiro Ilê Axê Opô Afonjá, localizado em Salvador, desde 1976. O aplicativo que leva seu nome foi lançado no dia do seu aniversário de 92 anos.

Foi a própria Mãe Stella que pensou em todos os detalhes e escolheu as cores utilizadas na ferramenta. Após baixar o aplicativo, os usuários poderão ler 60 mensagens ou ouvi-las na voz da própria ialorixá. Para saber mais detalhes e fazer o download, clique aqui.

+ sobre o tema

Mecânica para mulheres: Detran oferece curso gratuito

Estão abertas as inscrições para o Curso de Mecânica...

Jovem desabafa na web após ser agredida mais uma vez por ex

Após ser agredida mais uma vez pelo ex-namorado, uma adolescente de...

A emoção na escrita das mulheres negras

Conceição é mulher, negra, nascida em uma extinta favela...

para lembrar

No fio de Maria Navalha: mulheres negras, liberdade e Carnaval

Nota pós-publicação: a autora da música "To nem aí"...

As lições da Noruega sobre feminismo

Evento em Brasília discute equidade de gênero e traz...

Projeto celebra os 50 anos de carreira da cantora e dançarina Inaicyra Falcão

Inaicyra Falcão tem uma carreira gigantesca. Mulher negra, baiana,...
spot_imgspot_img

‘Abuso sexual em abrigos no RS é o que ocorre dentro de casa’, diz ministra

A ministra das Mulheres, Cida Gonçalves, considera que a violência sexual registrada contra mulheres nos abrigos que recebem desalojados pelas enchentes no Rio Grande...

ONU cobra Brasil por aborto legal após 12 mil meninas serem mães em 2023

Mais de 12,5 mil meninas entre 8 e 14 anos foram mães em 2023 no Brasil, num espelho da dimensão da violência contra meninas...

Após um ano e meio fechado, Museu da Diversidade Sexual anuncia reabertura para semana da Parada do Orgulho LGBT+ de SP

Depois de ser interditado para reformas por cerca de um ano e meio, o Museu da Diversidade Sexual, no Centro de São Paulo, vai reabrir...
-+=