terça-feira, agosto 4, 2020

    Tag: Mãe Stella

    (Betto Jr/CORREIO)

    Sucessora de Mãe Stella: Ana de Xangô é a nova líder do Afonjá

    Escolha da religiosa que comandará um dos mais importantes terreiros do país foi neste sábado (28) Do Correio 24 Horas Ana de Xangô (Foto: Betto Jr/CORREIO) O terreiro Ilê Axé Opó Afonjá já tem uma nova líder. Ana de Xangô, 53 anos, foi escolhida em jogo de ifá na manhã deste sábado (28) como nova líder religiosa do terreiro. A decisão acontece um ano depois da morte de Mãe Stella de Oxossí. Ana foi iniciada no candomblé há 31 anos. Ana é pedagoga e professora em uma escola particular de Salvador. O jogo foi feito por Balbino Daniel de Paula, o Obaràyí, conforme o CORREIO havia sinalizado que seria. Ele também esteve presente na escolha de Stella. Pai Balbino é uma das maiores autoridades masculinas dos candomblés do Brasil. Babalorixá do Terreiro Aganju, em Lauro de Freitas, ele foi iniciado por Mãe Senhora, a terceira Mãe ...

    Leia mais
    (Foto: Danutta Rodrigues)

    Mãe Stella será homenageada na Academia de Letras da Bahia

    Se estivese viva, nesta quinta-feira (2), Mãe Stella de Oxóssi completaria 94 anos. Nesse mesmo dia, às 18h, a ialorixá receberá uma homenagem na sede da Academia de Letras da Bahia, bairro de Nazaré, em Salvador. Na sessão especial, que será declarada a vacância da cadeira, a oradora será a também acadêmica Yeda Pessoa de Castro. Desde 2013 na academia, Mãe Stella ocupou a cadeira 33, cujo patrono é o poeta Castro Alves (1847-1871) e teve como último ocupante o historiador Ubiratan Castro (1949- 2013), de quem era amiga. "Mãe Stella assumiu sua cadeira na academia numa quinta-feira em que comemorava seu aniversário de ordenação do candomblé. Hoje, também numa quinta-feira, e no dia em que ela faria aniversário será homenageada. Não é coincidência. É coisa de orixá", diz o presidente da Sociedade Cruz Santa do Afonjá, responsável pela manutenção do terreiro Ilê Axé Opô Afonjá, Ribamar Daniel. Mãe Stella morreu em ...

    Leia mais
    Mãe Stella de Oxóssi — Foto- Danutta Rodrigues

    Multidão acompanha enterro de Mãe Stella de Oxóssi em Salvador

    Mãe Stella de Oxóssi foi enterrada por volta das 11h30 (12h30 de Brasília) deste sábado (29), no cemitério Jardim da Saudade, em Salvador. O corpo da ialorixá, considerada uma das mais importantes do país, foi levado para o local após um cortejo que saiu da Terreiro Ilê Opô Ajonjá, em São Gonçalo do Retiro, pelas ruas do bairro. Uma multidão participou da cerimônia. Vestidos de branco, como manda a tradição da religião, filhos e filhas de santo do templo religioso liderado pela ialorixá, além de representantes de terreiros irmãos, acompanharam as últimas homenagens. Enterro de Mãe Stella de Oxóssi, no Jardim da Saudade, em Salvador — Foto- Phael Fernandes: G1 Ao chegar no cemitério, o corpo de Mãe Stella foi levado para uma das capelas, mas ficou pouco tempo no local, que foi tomado pelos amigos, familiares e admiradores da religiosa. Logo depois, foi iniciada a ...

    Leia mais
    Mãe Stella (Foto: Alan Tiago Alves/G1)

    Mãe Stella é internada em Salvador

    A ialorixá baiana Maria Stella de Azevedo Santos, conhecida como Mãe Stella de Oxóssi, 92 anos, foi internada na manhã desta sexta-feira (27), no Hospital da Bahia, em Salvador. Por meio de nota, a assessoria do Hospital da Bahia informou que Mãe Stella foi internada na UTI Cardíaca da unidade de saúde para avaliação médica especializada, controle de sintomas e realização de exames complementares para diagnóstico do quadro clínico neurológico, após dar entrada no hospital com mal estar, seguido de intensa dor de cabeça e desorientação. Ainda segundo a nota Mãe Stella está consciente e conversando, mas não há previsão de alta. A religiosa comanda o terreiro Ilê Axé Opô Afonjá, em Salvador, e é uma das mais importantes mães de santo do país. No mês passado, lançou um canal no YouTube, onde faz vídeos com ensinamentos e referências da cultura iorubá, memórias, depoimentos e textos sobre a sua vida. ...

    Leia mais
    blank

    Mãe Stella lança canal no YouTube

    Mãe Stella de Oxóssi, 92 anos, imortal da Academia de Letras da Bahia e uma das maiores referências vivas do estudo da herança cultural africana no Brasil, será protagonista de um canal no YouTube, chamado "Da Cabeça de Mãe Stella", que será lançado a próxima segunda-feira, 25, às 10h, em um evento na Malagueta Filmes, no bairro do Costa Azul, em Salvador. Do A Tarde  O conteúdo será voltado para a força das quase oito décadas de fé e intelectualidade da ialorixá . Ensinamentos, memórias, depoimentos e textos que revelam os 78 anos de trabalho de Mãe Stella foram traduzidos em vídeo e serão disponibilizados gratuitamente através da plataforma. A ideia surgiu da própria imortal que, como espectadora frequente de palestras filosóficas publicadas no YouTube, teve a ideia de veicular ali ensinamentos da cultural yurubá. “Gosto de estar atualizada e meu objetivo com esse canal é que as pessoas tenham ...

    Leia mais
    blank

    Orientações da Mãe Stella”, ialorixá brasileira cria app para difundir a generosidade e a tolerância religiosa

    Nem só de jovens antenados vive o mundo da tecnologia. Um novo aplicativo acaba de ser lançado por esta ialorixá brasileira de 92 anos. A proposta do app é justamente abordar temas como tolerância religiosa, generosidade e evolução espiritual. no Hypeness A ideia de criar o “Orientações da Mãe Stella” surgiu quando a ialorixá Mãe Stella de Oxóssi leu uma reportagem sobre aplicativos e ficou curiosa a respeito da tecnologia. Após conversar com outras pessoas sobre o tema, ela decidiu criar o seu próprio app, disponível gratuitamente na Play Store. Mãe Stella é uma das mais conhecidas ialorixás (chefes de terreiros de candomblé) do Brasil. Ela lidera o terreiro Ilê Axê Opô Afonjá, localizado em Salvador, desde 1976. O aplicativo que leva seu nome foi lançado no dia do seu aniversário de 92 anos. Foi a própria Mãe Stella que pensou em todos os detalhes e escolheu as cores utilizadas na ferramenta. Após ...

    Leia mais
    blank

    Estreia aplicativo com orientações de Mãe Stella

    Neste dia 02 de maio, Mãe Stella de Oxossi completará 92 anos de muita vida e o brinde será para nós. É que nesse dia entrará no ar um aplicativo repleto de orientações da Yalorixá do Ilê Axé Opô Afonjá. Mais uma das tantas realizações de Mãe Stella. Ela é também autora de oito livros e idealizadora de vários projetos socioculturais como o "Ânimoteca", uma biblioteca instalada em um ônibus que, junto com um grupo de amigos, leva cultura a periferia de Salvador. É também membro da Academia de Letras da Bahia, onde ocupa a cadeira 33, que tem como patrono o poeta Castro Alves. Por Pai Paulo de Oxalá Do Extra Então, dia 02 de maio, terça-feira, vamos acessar o aplicativo que vem com muito axé! Nos sites de busca, é só digitar: orientações de mãe stella Axé!

    Leia mais
    blank

    Mãe Stella analisa os impactos da tristeza

    Maria Stella de Azevedo Santos Do GGN Iyalorixá do Ilê Axé Opô Afonjá Tim Maia cantava: “Me dê motivos para ir embora.” Eu digo: Não me deem motivos para ir embora! Por favor, construam e exponham para mim argumentos suficientemente convincentes para que eu deseje permanecer em um mundo onde os seres humanos disputam sem nem mesmo saber pelo que estão disputando; onde creio que tantas pessoas estejam diariamente realizando “o bom combate”, mas os meios de comunicação insistem em mostrar o que de ruim a humanidade produz. Não entrarei no lugar comum de culpar os meios de comunicação. Também não culparei a atração natural que nós humanos temos pela tragédia. Aliás, não culparei nada nem ninguém. Culpa não é um sentimento que tendo a imputar aos outros, muito menos a mim. Como costumo dizer, seriamente brincando com a gramática: somos o que somos em progressão crescente. Pesquisamos e descobrimos ...

    Leia mais
    blank

    Mãe Stella: Xireando o yoruguês

    Somos tantos em um só que, às vezes, precisamos nos ouvir e assim entender qual de nós está com a palavra, apenas para no final descobrirmos que somos um só nos muitos que falam através de nós. Sei que não estou escrevendo de maneira tão simples como me é peculiar, mas o que que se pode esperar de alguém que brincou uma semana no Carnaval de 2016 de Salvador-Bahia fantasiada de "pijama cochilona"?... Pronto! Aqui está uma parcela de mim no comando: Odé kayodê - o caçador que traz alegria. Sou também a iyalorixá Mãe Stella de Oxossi: a que fala, age e escreve sobre espiritualidade. Mas hoje quero que entre em ação Maria Stella de Azevedo Santos: aquela que por obra do destino e por amor dos baianos foi escolhida para fazer parte da Academia de Letras da Bahia, ato que me fez lembrar que não sou descendente apenas ...

    Leia mais
    blank

    Presença, sim! Presente, não!

    Estou preparada para dormir, não tão cedo como dormem os idosos. Tenho 90 anos e 7 meses, mas minha filha joga fora os 90. Ela é de Iyemanjá. Como sua essência é de mãe, ela me cobre. Agora sou um bebê de 7 meses. Para que o pacote fique completo, minha filha/mãe começa a contar uma "estorinha": por Maria Stella de Azevedo Santos, no A Tarde  "Era uma vez uma senhora encantada e encantadora que se tornou conhecida como 'A Grande Mãe'. Em seu colo, as crianças se aconchegavam e os adultos buscavam conforto para as dores do dia a dia. De sua boca saíam conselhos que ajudavam a secar as lágrimas de homens e mulheres aflitos. Se seus conselhos não bastavam, ela dançava e com suas mãos indicava os caminhos a serem seguidos. "As desesperadas pessoas que buscavam 'A Grande Mãe' saíam de seu lar com a esperança renovada. Sua ...

    Leia mais
    blank

    Não me deem motivos

    Maria Stella de Azevedo Santos por Cleidiana Ramos Do Mundo Afro Iyalorixá do Ilê Axé Opô Afonjá Tim Maia cantava: “Me dê motivos para ir embora.” Eu digo: Não me deem motivos para ir embora! Por favor, construam e exponham para mim argumentos suficientemente convincentes para que eu deseje permanecer em um mundo onde os seres humanos disputam sem nem mesmo saber pelo que estão disputando; onde creio que tantas pessoas estejam diariamente realizando “o bom combate”, mas os meios de comunicação insistem em mostrar o que de ruim a humanidade produz. Não entrarei no lugar comum de culpar os meios de comunicação. Também não culparei a atração natural que nós humanos temos pela tragédia. Aliás, não culparei nada nem ninguém. Culpa não é um sentimento que tendo a imputar aos outros, muito menos a mim. Como costumo dizer, seriamente brincando com a gramática: somos o que somos em progressão ...

    Leia mais
    blank

    Mãe Stella recebe mais alta condecoração da Assembleia Legislativa

    Primeira liderança religiosa de matriz africana a receber a comenda Dois de Julho, mais alta condecoração da Assembleia Legislativa, Mãe Stella de Oxóssi foi parabenizada, nesta sexta-feira (14), por diversas autoridades políticas e representantes da sociedade civil, no Centro Administrativo da Bahia (CAB), em Salvador.   por SEPROMI enviado para o Portal Geledes “É com muito alegria que recebo essa homenagem”, agradeceu a ialorixá do Axé Opô Afonjá, ressaltando a continuidade da luta contra intolerância religiosa. “Todos somos irmãos, desde a formação do universo, cada um com sua religião, cor e tradição, o que deixa o mundo muito mais diversificado”, completou. Representando o governador Rui Costa na atividade, a secretária estadual de Promoção da Igualdade Racial (Sepromi), Vera Lúcia Barbosa, considerou o reconhecimento “bastante simbólico para os povos de religiões de matriz africana, mães de santo, mulheres da Bahia, que são o pilar das famílias e comunidades, reproduzindo importantes costumes ...

    Leia mais
    blank

    O sonho de Mãe Stella

    No último sábado no Shopping Bela Vista tive a sorte de participar de uma cerimônia marcante: a abertura  da “animoteca”. Trata-se de uma parte do projeto “Encontro Colorido da Encantada Espiritualidade Baiana”, concebido pela ialorixá do Ilê Axé Opô Afonjá, Mãe Stella de Oxóssi. Por Cleidiana Ramos no Mundo Afro  A animoteca, instalada em um ônibus, pode ser visitada até o próximo dia 29, das 10 às 21 horas, no estacionamento do Shopping Bela Vista no Cabula.  Lá é possível encontrar livros, áudios e vídeos sobre as várias religiões. O projeto é um sonho antigo de Mãe Stella que ela manifestou em um dos muitos artigos que escreveu para o jornal A TARDE. A partir do artigo, que foi desdobramento de um primeiro, onde misturando realidade e ficção ela falou sobre a importância de cultivar a possibilidade de sonhar, vários dos seus leitores se dispuseram a ajudar. Infelizmente, na última quarta-feira, ...

    Leia mais
    blank

    Homenageada da Flica, Mãe Stella afirma: ‘Se não registra, o vento leva’

    Em entrevista, Ialorixá fala da importância de livros sobre o candomblé. Sacerdotisa da religião afro-brasileira participa de mesa literária no dia 1º. Danutta Rodrigues - Foto: Egi Santana/G1 Maria Stella de Azevedo Santos, mais conhecida como Mãe Stella de Oxóssi. Autora de oito livros e ocupante da cadeira 33 da Academia de Letras da Bahia, a senhora de cabelos brancos e voz firme, porém mansa, ocupa o cargo mais alto no terreiro Ilê Axé Opó Afonjá, situado no bairro do Cabula, em Salvador. Este ano, a Ialorixá foi escolhida para ser a grande homenageada da Festa Literária Internacional de Cachoeira (Flica), que começa na próxima quarta-feira (29) e vai até o dia 2 de novembro, em Cachoeira, cidade do recôncavo baiano. (No vídeo acima, Mãe Stella fala sobre literatura e religião) A lucidez aos 89 anos da sacerdotisa do candomblé é constatada logo em uma das primeiras frases ditas ao ser ...

    Leia mais
    blank

    Mãe Stella: Que maus atos não quebrem vasos

    Maria Stella de Azevedo Santos Iyalorixá do Ilê Axé Opô Afonjá Assistimos muitos políticos serem carregados nos comícios, assim como as várias autoridades eleitas neste país foram carregadas nos ombros de seus correligionários no final do pleito eleitoral ocorrido no dia 5 de outubro. Esse gesto, repetido nos comícios e nos resultados dos pleitos, é cheio de simbolismos, os quais precisam e devem ser compreendidos, tanto por quem carrega, como por quem é carregado. Colocar alguém acima das cabeças dos outros é dizer que esta pessoa tem a capacidade e, consequentemente, a responsabilidade sobre tudo que implica na vida social daqueles que confiaram nele, isto é, tem por dever administrar e legislar bem sobre educação, saúde, segurança, lazer e, principalmente, respeitar o cumprimento da liberdade que rege a Carta Magna de um dos países mais democráticos deste planeta – o Brasil. O catolicismo faz uso do andor, que no candomblé ...

    Leia mais
    blank

    Mãe Stella de Oxóssi será a primeira autora homenageada do Festival Literário de Cachoeira

    Liderança de destaque no Candomblé, a Ialorixá de 89 anos também é enfermeira e escritora. Referência nas ações de valorização das tradições de matriz africana, ela é a primeira Mãe de Santo a ocupar cadeira em uma Academia de Letras do Brasil. Mãe de Santo, enfermeira, escritora, primeira Ialorixá a ocupar cadeira em uma Academia de Letras do Brasil, Maria Stella de Azevedo Santos, a conhecida Mãe Stella de Oxóssi, será também a homenageada do Festival Literário de Cachoeira (Flica 2014), no recôncavo da Bahia. Em sua quarta edição, a atividade acontecerá entre os dias 29 de outubro e 2 de novembro, com debates, programação musical, infantil e pockets shows. Na página eletrônica do Festival e nas redes sociais Twitter (@flicaoficial) e Facebook (FlicaOficial) podem ser conferidos os detalhes do evento, que terá três espaços: no Claustro do Carmo ocorrerão as mesas e encontros com autores; a Fliquinha (programação infantil) ...

    Leia mais
    blank

    O correio nagô entra em ação

    Por:Maria Stella de Azevedo Santos Na África de séculos atrás, a comunicação entre as tribos era feita pelos tambores, que são considerados divindades que comem e falam. Quanto mais eles comem, mais eles falam. É por isso que o baiano usa a expressão "o couro vai comer" para dizer que muita discussão vai existir sobre um assunto. Quando a religião chamada de candomblé na Bahia começou a existir, há séculos atrás, os africanos moradores das senzalas, e mesmo os da "casa-grande", só podiam comunicar-se por meio dos tambores, nas festas permitidas pelos senhores, e por meio da palavra falada. Os tambores dificilmente podiam "expressar-se" e a palavra falada era de difícil compreensão, pois os africanos reunidos nos engenhos de cana tentavam comunicar-se fazendo uso de diferentes dialetos. Afinal, os escravos que aqui chegaram foram trazidos de diferentes localidades do grande continente africano. Correio nagô é a expressão usada pelos candomblezeiros ...

    Leia mais
    blank

    Mãe Stella: Reflexão sobre a inveja

    Maria Stella de Azevedo Santos A minha função espiritual faz de mim uma intermediária entre o humano e o sagrado e para exercê-la da melhor maneira possível tenho como instrumento o Jogo de Búzios. Pessoas de diferentes idades, raças e até mesmo credos, buscam a ajuda desse oráculo. Surpreende-me o fato de que uma grande parte dos que me procuram sente-se vítimas de inveja. Engraçado é que nunca, nem um só dia sequer, alguém chegou pedindo-me ajuda para se libertar da inveja que sentia dos outros. Será que só existem invejados? Onde estarão os invejosos? E o pior é quando consulto o oráculo e ele me diz que os problemas apresentados não são decorrentes de inveja, a pessoa fica enfurecida. Percebo logo que existe ali uma profunda insegurança, que gera uma necessidade de autovalorização. Se isso ocorresse apenas algumas vezes, menos mal, o problema é que esse comportamento é uma ...

    Leia mais
    mae-stella-oxossi

    Depoimento de Mãe Stella de Oxóssi sobre o lançamento da 1ª Caminhada Nacional do Povo de Santo

      Fonte: Izo Lebê - Caminhar significa dar um passo além do outro. Mover-se de um ponto e, seguindo em frente, apontar outra direção, outro rumo, outro caminho. Quando caminhamos juntos fortalecemos a lógica da solidariedade, afirmamos o desejo de estar com outra pessoa ao lado e partimos para construir novas trilhas, novas estradas, outros caminhos... Há quatro anos caminhamos juntos. Há quatro anos caminhamos pela vida e pela liberdade religiosa. Há quatro anos caminhamos com o CEN, com a Bahia, com as casas de Axé. Agora, em 2009, caminharemos juntos com novos parceiros. Parceiros do país inteiro que, junto conosco, transformaram nosso caminhar na I Caminhada Nacional Pela Vida e Liberdade Religiosa. Caminharemos juntos com o Movimento Nacional Bantu (Monabantu), o Centro de Tradições Afro-Brasileiras (Cetrab), o Instituto Nacional da Tradição Afro-Brasileira (Intecab)..AFA, NAFRO, Fórum de Religiosos do Estado da Bahia e do Rio Grande do Sul. Para nos ...

    Leia mais

    Últimas Postagens

    blank

    Artigos mais vistos (7dias)

    Instagram

    Twitter

    Facebook

    Welcome Back!

    Login to your account below

    Create New Account!

    Fill the forms bellow to register

    Retrieve your password

    Please enter your username or email address to reset your password.

    Add New Playlist