Os três estudantes de Medicina, acusados de agredir o jardineiro Geraldo Garcia, não responderão processo por crime de racismo

 

 

Ministério Público Estadual denunciou por agressão e injúria os três estudantes de medicina do Centro Universitário Barão de Mauá, de Ribeirão Preto, acusados de agredir, em dezembro do ano passado, o auxiliar de serviços gerais Geraldo Garcia, de 55 anos.

O promotor Manoel José Berça considerou que houve foi uma agressão direcionada à vítima, o que não caracteriza crime de racismo. Manoel José Berça explicou que não houve ofensa generalizada à raça negra. A denúncia foi encaminhada à 5ª Vara Criminal. O advogado dos estudantes, Marcos Mancini, afirmou que a decisão do Ministério Público confirmou a versão da defesa, de que não houve crime de racismo no caso dos estudantes.

Presos em Flagrante
Os estudantes Abrahão Affiune Júnior, 19 anos, Emílio Pechulo Ederson, 20 anos e Felipe Grion Trevisane, 19 anos, foram presos em flagrante, no dia 13 de dezembro. Eles teriam batido no auxiliar de serviços Geraldo Garcia, com um tapete de carro. Os estudantes fugiram mas foram detidos por populares.

No dia, o delegado Mauro Coraucci considerou que houve crime de racismo, que é inafiançável. No mesmo dia, porém, o juiz Ricardo Braga Monte Serrat, concedeu a liberdade provisória aos estudantes, mediante pagamento de fiança, por considerar que não houve crime de racismo.

Fonte: A Cidade

+ sobre o tema

A vida dos negros não importa

A vida das pessoas negras não importa, e o...

Pessoas Brancas Falam sobre Privilégio Branco

Isto começou como muitas boas ideias começam: numa manhã...

Questão de ordem (em defesa de Joaquim Barbosa), por Míriam Leitão

O ministro Joaquim tem comprovado saber jurídico. Se não...

para lembrar

Passeata marca um ano da morte de George Floyd em Minneapolis, nos EUA

Familiares de George Floyd e cidadãos de Minneapolis organizaram...

“esse negrinho que nem sabe onde fica Tegucigalpa”

Fonte: O Tempo -     O presidente interino de Honduras,...

Apresentadora do SBT recebe ataque racista na internet

Um mulher identificada como Simone Hidalgo chamou a jornalista...
spot_imgspot_img

Mãe não é tudo igual

- Coloca um casaco, meu filho! - Na volta a gente compra, filha. É bem provável que muitos de nós já tenhamos ouvido alguns desses bordões...

Carta aos negacionistas: comprem um seguro de vida

Senhores negacionistas, Coube à nossa geração viver uma encruzilhada existencial: ou mudamos a forma de nos relacionar e habitar o planeta, ou simplesmente esse planeta...

À espera da extinção da escravidão

Dia 13 de maio de 2024 completam-se 136 anos da assinatura da Lei 3.353/1888 pela então princesa imperial regente. Para além do abandono dos negros...
-+=