Pai de Malala critica patriarcado e exalta o feminismo em pronunciamento inspirador

Ziauddin Yousafzai ainda falou da importância de criar os filhos com ideais voltadas para o feminismo

Da  MARIE CLAIRE

Ziauddin Yousafzai, pai de Malala Yousafzai, que ganhou o Prêmio Nobel da Paz por sua luta pelo direito à educação de meninas e adolescentes no Paquistão, ganhou as redes ao se posicionar conta o patriarcado e a favor do feminismo em entrevista à Newsweek.

Em conversa com a repórter do Oriente Médio Arfa Shahid, que inclusive compartilhou o bate-papo em sua conta do Twitter, Yousafzai falou da importância de criar os filhos como feministas.
“Os direitos das mulheres não estão a critério dos homens”, disse. “São direitos.”

Em seguida Yousafzai explicou o quanto se sente envergonhada de ser um homem diante da maneira absurda como os homens têm tratados as mulheres. “O chauvinismo que mina ou rejeita as habilidades das mulheres é uma doença”, acrescentou.

Yousafzai, que foi um dos grandes apoiadores de Malala em sua luta, mencionou ainda como a cultura patriarcal do Paquistão é prejudicial às mulheres de todas as gerações. Ele também disse que mesmo os pais paquistaneses que vivem em sociedades ocidentais durante décadas têm reproduzido atitudes sexistas tradicionais com as filhas. “Sociedades patriarcais como as nossas são problemáticas.”

A entrevista aconteceu durante uma conferência dos direitos das mulheres no Oriente Médio.

+ sobre o tema

Masculinidade Negra – Por que falar sobre isso?

Na construção deste novo homem onde se encontram os...

De A a Z: Artista colombiana adota o alfabeto como nome

ABCDEFG se beneficiou da legislação colombiana sobre mudanças de...

‘Jovens fizeram feminismo crescer em quantidade e qualidade’, diz pioneira

Maria Amélia Teles, a Amelinha, afirma em entrevista que...

Na gestão Temer, quase tudo cheira a naftalina, a começar pelo slogan

“Eu vejo um museu de grandes novidades”, cantou o...

para lembrar

Não Nasci Pra Ser Bonita: A autoestima da Mulher Negra

Quando tinha 13 anos de idade, fui ao clínico...

Curta-metragem de alunas retrata respeito às mulheres e igualdade de gênero

O projeto nasceu nas aulas de inglês e contempla...

Diretoras negras expõem as condições de visibilidade de suas obras em Tiradentes

Tiradentes – Convidadas da 21ª Mostra de Cinema de Tiradentes,...

Estupro em potencial – para pensar a cultura do estupro

Atualmente, discute-se se existe ou não algo como uma...
spot_imgspot_img

O mapa da LGBTfobia em São Paulo

970%: este foi o aumento da violência contra pessoas LGBTQIA+ na cidade de São Paulo entre 2015 e 2023, segundo os registros dos serviços de saúde. Trata-se de...

Grupos LGBT do Peru criticam decreto que classifica transexualidade como doença

A comunidade LGBTQIA+ no Peru criticou um decreto do Ministério da Saúde do país sul-americano que qualifica a transexualidade e outras categorias de identidade de gênero...

TSE realiza primeira sessão na história com duas ministras negras

O TSE realizou nesta quinta (9) a primeira sessão de sua história com participação de duas ministras negras e a quarta com mais ministras...
-+=