Papa classifica violência contra mulheres como problema “quase satânico”

Enviado por / FonteUniversa, por EFP

O papa Francisco afirmou neste domingo, em um programa de televisão exibido na Itália, que acredita ser um problema “quase satânico” a violência sofrida pelas mulheres, inclusive, dentro de suas próprias casas.

“É muito grande o número de mulheres agredidas e violentadas em casa, também pelo marido. É um problema que, para mim, é quase satânico, porque pressupõe se aproveitar da fragilidade de quem não pode se defender, que pode apenas conter os golpes. É humilhante”, disse o líder da Igreja Católica.

O papa participou do programa “Francisco encontra os últimos”, transmitido pelo “Canal 5” italiano, em que conversou com uma vítima de violência doméstica.

O pontífice ouviu o relato da mulher que perdeu a casa e o trabalho durante a pandemia da covid-19, além de uma sem-teto e um detento, entre outros.

A vítima, identificada como Giovanna contou para o papa que precisou fugir com os quatro filhos da violência do ex-marido. Francisco a classificou como um exemplo de dignidade e resistência.

“Se pudesse, ela não estaria aqui. Está porque tem dignidade, um rosto de sofrimento, mas de quem segue a vida adiante, a sua e a dos filhos. Está no caminho. Ainda está de pé”, disse o papa, se dirigindo à vítima de violência doméstica.

O líder da Igreja Católica ainda lamentou o fato de a sociedade ignorar o que é “problema alheio”, que na verdade atinge diversos setores da população, que passam por dificuldades.

“Estamos entrando em uma cultura da indiferença, em que buscamos nos afastar dos problemas, da fome, da dor, da falta de trabalho. E, com a pandemia, esses problemas aumentaram”, afirmou Francisco.

+ sobre o tema

O mapa da violência contra a mulher

Ao que parece, o comportamento machista vem sendo reproduzido...

Judith Butler vem aí, trazendo a peste: bem-vinda

Quando Freud chegava aos Estados Unidos, disse com ironia...

para lembrar

Jovens de times grandes também são vítimas de abuso e exploração sexual

Em muitos dos casos, os processos acabam em acordos...

Nou Led Nou La. Eu vejo você.

Esta é a base para o encontro histórico de...

‘Violência contra a mulher é a violência contra a Natureza’

“Na cultura africana a representação do feminino é muito...

A desumanização das vitimas de feminicídio

A violência doméstica mata:  Por hora 5 mulheres em...
spot_imgspot_img

Documentário sobre Lélia Gonzales reverencia legado da ativista

Uma das vozes mais importantes do movimento negro e feminista no país, Lélia Gonzales é tema do Projeto Memória Lélia Gonzalez: Caminhos e Reflexões Antirracistas e Antissexistas,...

Aborto legal: ‘80% dos estupros são contra meninas que muitas vezes nem sabem o que é gravidez’, diz obstetra

Em 2020, o ginecologista Olímpio Moraes, diretor médico da Universidade de Pernambuco, chegou ao hospital sob gritos de “assassino” porque ia interromper a gestação...

Lançamento do livro “A importância de uma lei integral de proteção às mulheres em situação de violência de gênero”

O caminho para a criação de uma lei geral que reconheça e responda a todas as formas de violência de gênero contra as mulheres...
-+=