Para Anistia Internacional, Nobel da Paz encorajará mulheres de todo o mundo

A organização humanitária Anistia Internacional (AI) destacou nesta sexta-feira que a premiação do Nobel da Paz 2011 a três ativistas mulheres mostra que a igualdade é essencial para construir sociedades justas.

A presidente da Libéria, Ellen Johnson-Sirleaf, a também liberiana Leymah Gbowee e a iemenita Tawakul Karman foram agraciadas nesta sexta-feira com a condecoração.

Em comunicado divulgado da sua sede em Londres, o secretário-geral da AI, Salil Shetty, disse que “o incansável trabalho destas e inumeráveis ativistas nos aproxima de um mundo onde mulheres terão seus direitos protegidos e mais influência em todos os níveis do Governo”.

O júri do Nobel destacou em sua argumentação a luta não violenta das três pela segurança das mulheres e pelos direitos delas participarem plenamente do processo de paz.

“A escolha das ativistas é uma conquista de todos que lutaram pela igualdade. Essa eleição encorajará mulheres em todas as partes do mundo a seguir lutando por seus direitos”.

Fonte: Terra

+ sobre o tema

Toda mulher quilombola é sinônimo de resistência

Eu sou negra nagô no sangue, na raça e na...

Campanha infantil explica diferença entre carinho e abuso sexual

A ONG chilena Raíces e a Fundação Marista de...

Eu quero o país que não tá no retrato

O Brasil excluído dos livros vai passar em verde...

A dificuldade que a Justiça enfrenta para cobrar homens que agrediram mulheres

Levantamento exclusivo do HuffPost Brasil mostra que, em 5...

para lembrar

‘Honestamente, você tem que saber rir de si mesma’, diz Rihanna

Há dois anos sem lançar nenhum álbum novo, Rihanna...

Ao reprimir direitos das mulheres Congresso coloca Brasil na contramão

O deputado Eduardo Cunha (PMDB) apresentou, nesta quarta-feira (21),...

Projeto de admissão tácita de paternidade, da ex-deputada Iara Bernardi é aprovado pelo Senado

Foi aprovado na quarta-feira 04/08/2010, pelo Plenário do Senado,...
spot_imgspot_img

IBGE: mulheres assalariadas recebem 17% menos que os homens

Dados divulgados nesta quinta-feira (20/06) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) revelam que a disparidade salarial entre os gêneros no Brasil se mantém em...

Casa Sueli Carneiro abre as portas ao público e apresenta o III Festival Casa Sueli Carneiro, pela primeira vez em formato presencial

RETIRE SEU INGRESSO A Casa Sueli Carneiro, fundada em dezembro de 2020 e atuando em formato on-line desde abril de 2021, é uma entidade criada...

Aborto legal: falhas na rede de apoio penalizam meninas e mulheres

As desigualdades sociais no Brasil podem explicar a razão para que meninas e mulheres busquem apoio para o aborto legal também após 22 semanas...
-+=