Parceria vai qualificar 200 jovens negros de baixa renda para concursos

Fonte: Jornal Feira Hoje –

Capacitar a população baiana jovem, negra e de baixo poder econômico para a inserção no mercado de trabalho é o principal objetivo do Projeto Integrado de Ações Afirmativas: Formação para Concurso Público e Qualificação Socioprofissional, uma parceria entre a Universidade do Estado da Bahia (Uneb), a Secretaria estadual do Trabalho, Renda, Emprego e Esporte (Setre) e o Fundo de Combate a Pobreza (Funcep), vinculado à Casa Civil da Presidência da República, assinada no mês de abril.

Com investimento de R$ 400 mil, oriundo dos governos estadual e federal, o projeto vai atender, inicialmente, 200 homens e mulheres, negros e negras, na faixa etária de 16 a 24 anos, provenientes do ensino público, através de um curso preparatório gratuito de capacitação e qualificação para concursos públicos de nível médio. Cabe a Uneb elaborar e executar todo o conteúdo pedagógico do curso, o qual será ministrado por uma equipe de docentes da universidade.

Com carga de 410 horas-aula, o curso conta com dois módulos divididos em eixos temáticos que vão desde a matriz curricular da educação básica, a exemplo de Matemática e Língua Portuguesa, até disciplinas de caráter lógico, de crítica sociocultural e específicas da área do Direito.

Os candidatos, que devem ser egressos do terceiro ano do ensino médio da rede pública estadual, serão divididos em cinco turmas: quatro na modalidade presencial e uma a distância, nos turnos matutino e noturno.

O processo seletivo será composto de três etapas, as quais serão divulgadas oportunamente pela universidade, através de edital público de seleção. A previsão é de que as inscrições sejam abertas no dia 1º de julho e as aulas comecem no início do mês de agosto. Mais informações no site www.uneb.br

Matéria original: Parceria vai qualificar 200 jovens negros de baixa renda para concursos

+ sobre o tema

Lewandowski apresentará normas para uso de câmeras corporais por policiais

O ministro da Justiça e da Segurança Pública, Ricardo...

Defensoria Pública de SP recorre ao STF contra flexibilização nas câmeras corporais na PM

A Defensoria Pública do estado de São Paulo entrou...

Imposto de renda: como apoiar projetos sociais na sua declaração

Pouca gente sabe, mas parte do seu imposto de renda devido...

Brasil investe pouco em prevenção de desastres

Separada por duas ruas da margem do rio dos...

para lembrar

Seguro-desemprego muda a partir do próximo dia 28

Sindicatos criticam falta de disposição do Planalto para negociar...

Mundo subestimou a covid-19 e desigualdade piora o cenário

“Subestimamos esse vírus”, avalia a ONU sobre o combate à...

Sou branca, privilegiada, mas quero ao meu lado um país mestiço, diverso, diz Neca Setubal, do Itaú

Maria Alice Setubal, herdeira do conglomerado Itaú, celebrou há pouco...

Ações para a cidadania

Testemunhamos casos de guerras, violências, feminicídios e racismo diariamente. Em quase todos eles, inúmeras vozes nas redes sociais prontamente assumem posicionamentos com verdades absolutas...

Entidades de segurança pública e direitos humanos dizem que novo edital precariza programa de câmeras da PM em SP

Entidades da sociedade civil ligadas à segurança pública manifestaram preocupação com o novo edital para contratação de 12 mil câmeras corporais para a Polícia...

Convenção da extrema direita espanhola é alerta para o Brasil

"Manter o ideal racial de um continente branco de famílias cristãs e heterossexuais" foi marca de destaque da convenção do Vox - Viva 24,...
-+=