Guest Post »
Pastor evangélico que destruiu imagens de matriz africana é autuado por intolerância religiosa
Photo Credit To imagens G1

Pastor evangélico que destruiu imagens de matriz africana é autuado por intolerância religiosa

Daniel Martins Francisco aparece em um vídeo destruindo as peças, que ele chama de ‘demônios’. Desde julho, já são 32 casos de intolerância no estado, segundo secretaria de Direitos Humanos.

no G1

Um pastor evangélico de Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense, foi autuado por discriminação religiosa após publicar nas redes sociais um vídeo em que aparece quebrando imagens relacionadas a divindades afrobrasileiras – que ele chama de demônios. As gravações foram entregues à polícia pela Secretaria de Estado de Direitos Humanos e Políticas para Mulheres e Idosos (SEDHMI), após uma denúncia.

Agentes da 58ª DP (Posse) identificaram como Daniel Martins Francisco o pastor que aparece no vídeo. Na gravação, feita em 29 de agosto, no bairro Jardim Paraíso, o pastor está acompanhado de outras três pessoas. As peças destruídas seriam de uma filha de santo que teria se tornado evangélica.

“Não acredito que verdadeiros pastores incitem a violência e o ódio entre religiões. Quem faz isso é um fanático, não é um cristão. Identificar e punir os autores deste crime é essencial para que outros intolerantes vejam que delitos como estes não fiquem impunes”, diz o secretário de Direitos Humanos, Átila A. Nunes.

A Secretaria de Estado de Direitos Humanos contabiliza 32 casos de intolerância religiosa desde julho, dos quais oito ocorridas em Nova Iguaçu. Denúncias podem ser feitas pelo Disque Combate ao Preconceito (2334-9551), de segunda a sexta-feira, das 10h às 16h.

Related posts