Paulo Henrique Amorim faz retratação em jornal de São Paulo

Paulo Henrique Amorim foi condenado após afirmar em seu blog que Pereira é um “negro de alma branca”, o que foi considerada uma manifestação racista em julgamento no Tribunal de Justiça do Distrito Federal.

São Paulo – O jornalista Paulo Henrique Amorim, apresentador do programa Domingo Espetacular da Rede Record, publicou uma retratação no jornal Folha de S. Paulo nesta quarta-feira, em que reconhece que Heraldo Pereira, da TV Globo, “como um jornalista de mérito e ético”.

A retratação foi publicada como informe publicitário. Paulo Henrique Amorim foi condenado após afirmar em seu blog que Pereira é um “negro de alma branca”, o que foi considerada uma manifestação racista em julgamento no Tribunal de Justiça do Distrito Federal.

Leia a retratação na íntegra:

“Retratação de Paulo Henrique Amorim, que reconhece Heraldo Pereira como jornalista de mérito e ético; que Heraldo Pereira nunca foi empregado de Gilmar Mendes; que apesar de convidado pelo Supremo Tribunal Federal, Heraldo Pereira não aceitou participar do Conselho Estratégico da TV Justiça; que, como repórter, Heraldo Pereira não é e nunca foi submisso a quaisquer autoridades; que o jornalista Heraldo Pereira não faz bico na Globo, mas é empregado de destaque da Rede Globo; que a expressão ‘negro de alma branca’ foi dita num momento de infelicidade, do qual se retrata, e não quis ofender a moral do jornalista Heraldo Pereira ou atingir a conotação de ‘racismo’.

 

 

 

Fonte: D24AM

+ sobre o tema

O país do autoengano

Ivan Marsiglia O conceito de "retorno do...

Eu não sou uma guerreira

Eu não vou romantizar, dizer que todo tempo é...

Daniela Mercury faz post contra violência racial no Brasil

Seguidores apoiaram causa de Daniela e aproveitaram o post...

A presunção de inocência e o “negro de alma branca”

O famigerado princípio constitucional da presunção de inocência, previsto...

para lembrar

spot_imgspot_img

O papel de uma líder branca na luta antirracista nas organizações 

Há algum tempo, tenho trazido o termo “antirracista” para o meu vocabulário e também para o meu dia a dia: fora e dentro do...

Mortes pela polícia têm pouca transparência, diz representante da ONU

A falta de transparência e investigação nas mortes causadas pela polícia no Brasil foi criticada pelo representante regional para o Escritório do Alto Comissariado...

Presos por racismo

A dúvida emergiu da condenação, pela Justiça espanhola, de três torcedores do Valencia por insultos racistas contra Vini Jr., craque do Real Madrid e da seleção brasileira. O trio...
-+=