Pena Branca morre aos 70 anos em SP

Cantor fez sucesso ao lado do irmão Xavantinho

Pena Branca (esq.) e Xavantinho em reprodução da capa de um dos discos (“Cio da Terra”) da dupla


O cantor José Ramiro Sobrinho, conhecido como Pena Branca, morreu na noite desta segunda-feira (8), na zona norte de São Paulo, aos 70 anos.

Pena Branca fez dupla com Xavantinho (Ranulfo Ramiro da Silva) por mais de 30 anos, quando o irmão morreu, em outubro de 1999.

O velório e sepultamento serão no Cemitério Parque dos Pinheiros, também em São Paulo.

No começo da carreira, os irmãos tentaram a carreira como José e Ranulfo. Depois, mudaram para Peroba e Jatobá, Xavante e Xavantinho até se fixarem como Pena Branca e Xavantinho e se destacarem.

Pena Branca nasceu em 1939 na cidade de Igarapava (SP), cerca de 450 km da capital paulista.

O cantor passou mal em casa, no bairro do Jaçanã, na zona norte de São Paulo, e foi encaminhado às pressas pela mulher, Maria de Lourdes, e pela vizinha para o pronto-socorro do São Luiz Gonzaga (PS Jaçanã), onde faleceu às 18h10.

José Ramiro, que não teve filhos, passou um dia normal em casa e até tocou algumas músicas em sua viola, segundo um familiar que não quis se identificar.

Pena Branca iniciou a carreira solo em 1999 com a morte do irmão, Ranulfo Ramiro da Silva, que na época tinha 57 anos.

A dupla começou a cantar em 1962; e, em 1968, mudou-se para São Paulo para tentar a vida artística. Pena Branca e Xavantinho ganharam, em 1990, o Prêmio Sharp de melhor música (“Casa de Barro”, de Xavantinho e Moniz) e melhor disco (“Cantado do Mundo Afora”).

Em 1992, a dupla recebeu o prêmios Sharp e APCA. Os irmãos gravaram, em 1993, Violas e Canções (Velas), destacando-se Viola Quebrada (Mário de Andrade). Ainda naquele ano, os shows da dupla chegaram até os Estados Unidos. Lançaram ainda Ribeirão encheu (Velas), em 1995, com Luar do sertão (João Pernambuco e Catullo da Paixão Cearense), e Pingo d’água (Velas), em 1996, com Tristeza do Jeca (Angelino de Oliveira) e Flor do Cafezal (Luís Carlos Paraná).

Fonte: R7

+ sobre o tema

Aprovado no Senado, PL dos planos de adaptação esboça reação a boiadas do Congresso

O plenário do Senado Federal aprovou nesta terça-feira (15/05)...

Maranhão tem 30 cidades em emergência devido a chuvas

Subiu para 30 o número de cidades que decretaram...

O Estado emerge

Mais uma vez, em quatro anos, a relevância do...

Extremo climático no Brasil joga luz sobre anomalias no planeta, diz ONU

As inundações no Rio Grande do Sul são um...

para lembrar

PEC 37, que tira poder do Ministério Público, é suspensa

Ministro da Justiça pede adiamento, após pressões do povo...

EUA: negros vivem melhor hoje, mas desigualdades persistem

  Os negros nos Estados Unidos são mais pobres, adoecem...

Artigo critica posts racistas ligados ao ebola

Texto publicado pelo Diário do Centro do Mundo reproduz...

Avaliação pessoal de Dilma sobe e chega a 75%

O governo da presidente Dilma Rousseff teve avaliação positiva...

IR 2024: a um mês do prazo final, mais da metade ainda não entregou a declaração

O prazo para entrega da declaração do Imposto de Renda 2024, ano-base 2023, termina em 31 de maio. Até as 17 horas do dia 30 de...

Mulheres em cargos de liderança ganham 78% do salário dos homens na mesma função

As mulheres ainda são minoria nos cargos de liderança e ganham menos que os homens ao desempenhar a mesma função, apesar destes indicadores registrarem...

‘O 25 de abril começou em África’

No cinquentenário da Revolução dos Cravos, é importante destacar as raízes africanas do movimento que culminou na queda da ditadura em Portugal. O 25 de abril...
-+=