terça-feira, novembro 29, 2022
InícioEm PautaPensa quem pensa melhor - Por Fernanda Pompeu

Pensa quem pensa melhor – Por Fernanda Pompeu

Useiro e vezeiro: considerar o arquipélago desconsiderando as ilhas. Assim, todos os alemães sentem uma quedinha pelo nazismo. Todos os judeus são loucos por dinheiro. Todas as mulheres são medrosas. Todos os homens não prestam. Todos os poderosos são sacanas.
Trata-se do pecado da generalização. Muitos candidatos a uma vaga de emprego ou faculdade o cometem nas redações. Escrevem: A humanidade não tem esperança. O mundo está perdido. Só os indígenas são decentes. Todo político é ladrão. Toda mãe é amorosa. Todo francês gosta de queijo.

Mas não só nas redações se generaliza. A maioria de nós escorrega cotidianamente ao analisar uma situação. Tenho para mim que generalizamos por preguiça de pensar. É mais fácil enfiar todas as batatas no mesmo saco. Afinal classificá-las por tamanho, qualidade, tipo leva tempo e dá mais trabalho.

O grande prejuízo em decretar que todos os japoneses são bons alunos e que todos os bailarinos são gays, está em tapar os olhos com a venda do estereótipo. Desistir de ver cada pessoa com sua singularidade para apenas enxergar uma massa, na qual diferenças viram talharim na panela.

Contraveneno para enfrentar o transtorno da generalização, pode ser apurar o olhar. Tornar o pensamento mais agudo. Transformar-se em um observador capaz de farejar sutilezas, nuanças, gradações entre o preto e o branco.

É claro que ninguém apura o olhar ou exercita a reflexão de uma hora para outra. Fulaninha e fulaninho não acordam uma bela manhã e, num passe de mágica, passam a pensar de forma madura e matizada. Infelizmente, não funciona assim.

Para avançar temos que alimentar o intelecto. Nos esforçar. Para pensar melhor precisamos estudar um pouco de História, um tanto das relações sociais, econômicas, culturais, raciais, de gênero.

Sem pôr o cérebro para fazer a lição de casa, ninguém consegue ir muito longe. Cada vez mais – é uma tendência – o mundo tranca as portas para quem mantém o pensamento preguiçoso e deita a generalizar tudo o que encontra pela frente.

 

Fonte: Yahoo

Artigos Relacionados
-+=
PortugueseEnglishSpanishGermanFrench