Plano Feminino cria oportunidades para marcas se conectarem com as consumidoras por meio de ações com propósito

Toda mulher tem um plano. Esta é a assinatura da plataforma Plano Feminino, pioneira na criação de estratégias de branding para conectar marcas e consumidoras de forma relevante, por meio de conteúdos e ações que dão voz e vez às mulheres que hoje detêm 85% do poder de decisão de compra do mercado e estão a cada dia esperando mais das marcas que consomem.

por Viviane Duarte enviado para o Portal Geledés

“Não adianta criar anúncios em rosa e roteiros de empoderamento se a marca de fato não tiver uma causa e personificar suas mensagens em ações de impacto junto às mulheres. Femmewashing não cola mais. É preciso fazer acontecer de verdade. É isso que as consumidoras esperam e por isso, criamos projetos para contribuir para que marcas de fato realizem o empoderamento feminino por meio de suas ações, afirma Viviane Duarte, jornalista e fundadora do Plano Feminino.

No ano em que comemora 06 anos de atuação no mercado, o Plano Feminino lança o PLANO DE MENINA, que tem como objetivo empoderar as meninas das periferias, levando à elas informações e trocas de ideias que têm como prioridade inspirar e fazer com que as meninas realizem seus planos. Serão realizados semanalmente, workshops e brincadeiras educativas que levarão a as garotas à fazerem uma imersão em temas como autoestima, felicidade, educação financeira, liderança feminina, tecnologia, empreendedorismo, entre outros.

“Falar de empoderamento é ainda mais poderoso quando efetivamente estamos realizando algo fora das mídias sociais e textos inspiracionais. Queremos realizar e nos tornar agentes de transformação por meio de iniciativas que promovam a educação e a realização de planos de meninas e mulheres de todo Brasil”, afirma a jornalista. Inicialmente o projeto estará nas comunidades de São Paulo e Rio de Janeiro, mas a intenção é amplificar o raio de alcance do projeto com marcas parceiras da plataforma.

A consulesa da França, Alexandra Loras, que luta pela inclusão social e contra o racismo há anos, é a embaixadora do projeto Plano de Menina e decidiu o fazer, pois acredita na força da união das mulheres em prol à busca de crescimento e conquista de seu espaço. “Quando a Viviane me falou do projeto eu me encantei. Acredito muito na força da mulher que tem planos e quero junto do Plano Feminino, levar empoderamento às meninas e suas mães. O conhecimento é um importante agente de transformação e queremos ser este canal para estas meninas”, reforça a consulesa.

O projeto terá início no mês de março, onde apresentará em circuítos de palestras como a semana da mulher da Associação Brasileira de Jornalismo e da Cásper Líbero – Mulheres Digitais e Mulheres e Mídia, formatos e oportunidades para que mais mulheres e marcas se engajem e aumentem o banco de talentos à disposição destas meninas.

IMG_5586

O núcleo de conselheiras do projeto é formado por jornalistas, sociólogas, economistas, estilistas, publicitárias, executivas e empreendedoras, entre elas, Andrea Álvares – VP da Natura, Camila Gaio – Editora da Elle, Carla Caldas – Gerente de Trade da LG, Fabiana Grieco – Coordenadora de Comunicação do Senac, Camila Costa – CEO da agência ID, Karla Brandão – VP de Comunicação da HEINEKEN, Maria Sylvia, do Geledés, Letícia Bahia – Revista AZmina, Eliane Dias – CEO Boogie Naipe, Carolina Ruhman – CEO do Finanças, Diane Lima criadora do projeto NO BRASIL, Priscilla de Sá – Coach de liderança feminina, Femininas, Luciana Michelleti – do Drama Queen Zen, além do site Razões para Acreditar. A ideia é criar um banco de talentos à disposição de meninas para que elas tornem seus planos realidade e ele será ativado a partir do mês de março.

758A8807

Sobre o Plano Feminino

Plataforma de conteúdo, mídia e consultoria em branding criada em 2010, no Dia Internacional da Mulher pela jornalista Viviane Duarte. O Plano Feminino nasceu para criar conexões relevantes entre marcas e consumidoras. Para desconstruir estereótipos e empoderar mulheres por meio de projetos de branded content e ações com propósito, realizando consultorias inclusive de gestão de crise para marcas e reposicionando mensagens e ações que fizessem sentido para as consumidoras.  A plataforma já criou estratégias para marcas como: Seda, Natura, Brilhante, Santander, Heineken, Sanofi, LG, entre outras marcas.

+ sobre o tema

“Mutilação genital não é cultura, é violência”, diz ativista africana

Leyla Hussein sofreu com a violência aos sete anos...

Primeira mulher a receber transplante de útero está grávida

Gravidez apresenta riscos, mas estado de saúde da mãe...

Pai é processado por incentivar turismo sexual de filho de 13 anos

O homem pode pegar até 20 anos de cadeia...

Negras e históricas: por que elas foram apagadas dos livros da escola

Francisca Luiz e Isabel Antônia foram perseguidas pela Visitação...

para lembrar

Pesquisa confirma discriminação contra homossexuais nas escolas

Estudo realizado pela Universidade Federal de São Carlos (UFSCar),...

Julgamento no TSE pode aumentar espaço de mulheres negras na política

Das 66 mulheres no Congresso, apenas 10 se declaram...

Mulher é baleada ao tentar fugir de estupro no Cabula

A mulher baleada foi socorrida para o Hospital Roberto...

‘Se não eliminarmos o machismo, não iremos eliminar as outras discriminações’

A advogada, professora e intelectual feminista Alda Facio, da...
spot_imgspot_img

Instituto Mãe Hilda anuncia o lançamento do livro sobre a vida de matriarca do Ilê Aiyê

O livro sobre a vida da Ialorixá Hilda Jitolu, matriarca do primeiro bloco afro do Brasil, o Ilê Aiyê, e fundadora do terreiro Acé...

Centenário de Tia Tita é marcado pela ancestralidade e louvado no quilombo

Tenho certeza que muitos aqui não conhecem dona Maria Gregória Ventura, também conhecida por Tia Tita. Não culpo ninguém por isso. Tia Tita é...

Julho das Pretas: celebração e resistência

As mulheres negras brasileiras têm mais avanços a celebrar ou desafios para travar? 25 de julho é o Dia Internacional da Mulher Negra, Latino-americana e...
-+=