Políticas Públicas para as Mulheres será pauta de seminário da Semudh

A meta é articular ações que combatam todas as formas de discriminação e violência contra a mulher

Do Gazeta Web 

A Secretaria de Estado da Mulher e dos Direitos Humanos (Semudh), por meio da Superintendência da Mulher promove, na próxima segunda-feira (18), o Seminário Estadual para Gestores Municipais de Alagoas: Discutindo Políticas Públicas para as Mulheres. O evento será realizado no auditório Aqualtune, no Palácio República dos Palmares, a partir das 13h.

A meta é articular ações que combatam todas as formas de discriminação e violência contra a mulher, reforçando junto aos gestores municipais a necessidade da implantação de equipamentos que visem a redução dos números da violência contra esse público.

Segundo a superintendente da Mulher, Caroline Fidelis, que estará na coordenação de uma das mesas-redondas, o objetivo principal do seminário é “discutir com os representantes dos municípios alagoanos a construção e a consolidação de políticas para as mulheres”.

Caroline Fidelis destacou como de fundamental importância, a criação dos conselhos municipais e a implantação de organizações voltada às mulheres, além da promoção de uma maior articulação da rede de atendimento a mulher em situação de violência.

Na programação do seminário será abordado temas como: o papel do judiciário no combate à violência e discriminação de gênero, ministrado pela juíza Fátima Pirauá e a importância do fortalecimento da rede no combate à violência contra a mulher, que será conduzido pela primeira-ministra da Mulher, Solange Jurema.

Também serão debatidos a importância dos conselhos municipais, pela mestra Aparecida Batista e políticas públicas para mulheres com deficiência, que terá como palestrante a superintendente da Pessoa com Deficiência, em Alagoas, Dilma Pinheiro.

 

+ sobre o tema

Djokovic questiona igualdade salarial no tênis

Tenista sérvio entrou em polêmica sobre igualdade de gêneros Do...

Passistas se unem contra machismo e racismo no Carnaval

Projeto 'Samba, pretinha' dá voz à mulher no samba Do Bar...

Descolonizar a língua e radicalizar a margem

Uma resenha sobre “Um Exu em Nova York” de...

Aluno morre em sala de aula durante sessão de bullying homofóbico

Câmera instalada em uma sala de aula, na Rússia,...

para lembrar

“Meu marido engravidou de mim e foi parto normal…”

Helena é mulher, mas nasceu no corpo de um...

Feministas comemoram escolha de nova ministra das Mulheres

Companheiras de cadeia. Dilma, Eleonora, Guiomar, Cida e Rose...

Bancada feminina comemora sanção de lei que institucionaliza Ligue 180

Serviço que atende e orienta brasileiras em situação de...

ONU Mulheres e Ministros repudiam ofensas a Dilma

Organização das Nações Unidas disse em nota que se...
spot_imgspot_img

Mulher tem aborto legal negado em três hospitais e é obrigada a ouvir batimento do feto, diz Defensoria

A Defensoria Pública de São Paulo atendeu ao menos duas mulheres vítimas de violência sexual que tiveram o acesso ao aborto legal negado após o Conselho...

‘Abuso sexual em abrigos no RS é o que ocorre dentro de casa’, diz ministra

A ministra das Mulheres, Cida Gonçalves, considera que a violência sexual registrada contra mulheres nos abrigos que recebem desalojados pelas enchentes no Rio Grande...

ONU cobra Brasil por aborto legal após 12 mil meninas serem mães em 2023

Mais de 12,5 mil meninas entre 8 e 14 anos foram mães em 2023 no Brasil, num espelho da dimensão da violência contra meninas...
-+=