Porque eles te atacaram , Cris Vianna?

Cris Vianna, vivemos num país com histórico escravocrata. Um lugar que comprava nossos ancestrais como se fossem mercadorias e os tratavam como não humanos.
Um lugar que tem uma sociedade que grita “somos todos humanos” mas não perde a oportunidade de nos chamar de macacos.

Por Laura Astrolabio Do Imprensa Feminista

Não tem muito tempo que a abolição aconteceu , apesar de muitos tentarem silenciar nossas vozes quando tocamos no assunto, quando falamos da herança maldita desse passado sombrio.

A escravidão não deixou “apenas” a pobreza e a margem da sociedade como herança para nós. A escravidão deixou o racismo , racismo esse que nos últimos anos não está sendo intensificado, mas denunciado.

Com o advento das redes sociais, não conseguem mais nos calar e com isso a visibilidade desse horror se espalha.

Muitos de nós crescemos acreditando que sofremos preconceito social, mas ascendemos socialmente e a ficha cai sobre ter sido sempre racismo e ser ainda hoje.

Com a luta do movimento negro tomando força através do nosso emponderamento , com a nossa cobrança pela manutenção de representatividade nas grandes mídias e por avanços maiores nesse sentido, os racistas estão raivosos, eles estão com ódio .

“Como atingir um povo inteiro se não for atacando aqueles que estão em foco já que quando os milhares que sofrem racismo nesse país são invisibilizados e sofrem tentativa de silenciamento?”

O genocídio do povo negro está aí e não é de hoje. A pecha de que todo preto é pobre, bandido, sujo e fedido está aí e não é de hoje . A imposição do padrão de beleza eurocêntrico num país com maioria da população negra está aí e não é de hoje.

57d718_303cfb6538e3431ebf9d8416831e5f05

Eles não estão satisfeitos em serem obrigados a dividirem o elevador conosco.

Eles não estão mais satisfeitos em estarmos ingressando nas universidades.

Eles não estão mais satisfeitos com o fato de estarmos ocupando espaços que jamais foram feitos para receberem corpos negros.

Eles não estão satisfeitos com o fato de não estarmos mais nas mídias apenas estampando as manchetes policiais.

Eles não estão mais satisfeitos com o fato de estarmos escrevendo nos jornais, de estarmos nas salas de audiência como doutores, de estarmos nas passarelas, de estarmos nas capas das revistas que ditam a moda, de estarmos nas clínicas exercendo a medicina, de estarmos reivindicando que artistas negros não façam apenas papéis de escravos , empregados e bandidos nas novelas.

Eles não estão satisfeitos mesmo que esses avanços sejam mínimos se comparados ao que merecemos, ao que sonhamos por ser nosso por direito.

57d718_cdd2bcbcd26348cd81e8fe0257f91661

Cris Vianna, quando você está nas mídias, nas passarelas e em todos os outros espaços, você está representando positivamente um povo que foi ensinado a se odiar, a não gostar da textura dos cabelos, da cor da pele , dos traços. Você inspira um povo, você é uma das representatividades positivas para mulheres negras que nunca se enxergaram em lugar algum.

Então, Cris Vianna, quando você sofre ataques racistas, essas mulheres estão sendo atacadas também. É uma forma de atacar um povo inteiro, de diminuir um povo inteiro, de querer dizer para um povo inteiro:

“ Não aceitamos vocês! Para nós vocês não são humanos! Voltem para onde nunca deveriam ter saído! Nós achamos vocês feios! Não queremos vocês ocupando espaços que foram reservados para nós desde sempre”.

Mas quando você é atacada, Cris Vianna, vozes se levantam para dizer #somostodoscrisvianna mas são as mesmas vozes que tentam nos silenciar todos os dias quando queremos discutir o racismo nesse país.

Esses que dizem #somostodoscrisvianna hoje , amanhã estarão dando bananas para homens negros na rua em homenagem ao dia da consciência negra mas pagando 800 reais e saindo impunes do crime de racismo que essa sociedade fica camuflando como injúria racial .

Se várias vozes são silenciadas todos os dias , que a sua , que tem o volume máximo, seja ouvida.

Que possamos avançar juntos na certeza de que somos nós por nós , que sentimos na pele o racismo nosso de cada dia e que a hipocrisia do #somostodoscrisvianna seja silenciada pelo #nãoqueremosmaiscomoçãoseletiva.

+ sobre o tema

Representatividade negra importa

Frederick Douglass, W.E.B Du Bois, Rosa Parks, Toni Morrison, Audre Lorde,...

para lembrar

Olivier Rousteing: ‘A moda é racista’

Único negro à frente de uma grife de luxo,...

Revista Jackie – Após criar polêmica racista com Rihanna, editora de revista pede demissão

por Heloisa Toplian Comentamos por aqui o bafo envolvendo...

Procon-SP notifica shopping após mãe denunciar racismo

O Procon-SP notificou ontem o Bourbon Shopping São Paulo...

Natural Hair Song By Tiririca Deemed Racist, Sony Music Ordered To Pay $1.2 Million

We couldn't stop laughing when Franchesca Ramsey joked about...
spot_imgspot_img

Quanto custa a dignidade humana de vítimas em casos de racismo?

Quanto custa a dignidade de uma pessoa? E se essa pessoa for uma mulher jovem? E se for uma mulher idosa com 85 anos...

Unicamp abre grupo de trabalho para criar serviço de acolher e tratar sobre denúncias de racismo

A Unicamp abriu um grupo de trabalho que será responsável por criar um serviço para acolher e fazer tratativas institucionais sobre denúncias de racismo. A equipe...

Peraí, meu rei! Antirracismo também tem limite.

Vídeos de um comediante branco que fortalecem o desvalor humano e o achincalhamento da dignidade de pessoas historicamente discriminadas, violentadas e mortas, foram suspensos...
-+=