Preconceito e discriminação persistem em MT

 

Grupo de Apoio ao Soro Positivo (Gasp) Corações Amigos denuncia que o preconceito e a discriminação ainda são as grandes batalhas a serem travadas. “O preconceito ainda é muito grande, tenho conhecidos que foram demitidos porque falaram para o patrão ou colega que eram soropositivos. O pior é que como a grande maioria tem medo de se expor, acabam não denunciando a situação com medo que a imagem possa ser manchada perante a sociedade”, disse Kátia. 

Na mesma proporção que ainda existe muito preconceito, existe também uma falta de informação, o que leva as pessoas a pararem de levar a doença a sério. “A Aids é uma doença que não tem classe, gênero ou cor. Ela sequer tem rosto.” 

“Muitos deixam de se proteger por achar que a Aids tem o tratamento tudo bem. O que eles não sabem é que o tratamento é pesado, não são todos os organismos que se adaptam e existem diversos efeitos colaterais fortíssimos. Como diarreia, vômitos, possibilidade de contrair diabetes, lipodistrofia e muitos outros. Algumas pessoas não conseguem aguentar e largam o tratamento, o que é ainda mais maléfico, outros chegam a morrer durante o processo”. 

A pesquisa do Unais apontou o Brasil como o país com o maior orçamento nacional para o combate à doença entre os emergentes. Por ano, o governo investe mais de US$ 745 milhões, enquanto a China, que tem uma população seis vezes maior, investe apenas US$ 497 milhões. Apesar do investimento, a Unaids alerta que o país ainda corre o risco de não atingir algumas das metas mundiais até 2015. 

Segundo o estudo, a epidemia de Aids foi globalmente interrompida e revertida, o que aproxima o mundo do cumprimento do Objetivo de Desenvolvimento do Milênio número 6 (ODM-6), sobre o combate à Aids. (GN) 

 

Fonte: Diário de Cuiabá

+ sobre o tema

Uruguai: governo diz que número de abortos diminuiu após descriminalização

Segundo o governo, os dados preliminares apontam entre 300...

Nota da CNAIDS ao Ministro Alexandre Padilha

AoExmo. Sr.Alexandre PadilhaMinistro de Estado da Saúde - Ministério...

GO: ex-pastor é preso por estupro e cárcere privado da mulher por 6 anos

Um ex-pastor evangélico de 45 anos foi preso na...

Carta Aberta contra a chamada para a II Conferência Municipal de Promoção da Igualdade Racial

Vimos manifestar publicamente à sociedade curitibana, assim como ao...

para lembrar

Sessão extraordinária na Câmara vai colocar em votação 7 projetos de Marielle

Na próxima quarta-feira (2) será realizada uma sessão extraordinária...

Mulheres ainda se dividem entre a casa e o trabalho, aponta o IBGE

Mesmo cada vez mais inseridas no mercado de trabalho,...

#GeledésnoDebate: “Não houve respaldo legal para a esterilização de Janaína”

#SomostodasJanaína# Por Kátia Mello Janaína Aparecida Quirino, 36 anos, moradora em...

Mulheres agredidas por PM serão indenizadas no Rio

Ele as xingou, atacou com cabo de vassoura e...
spot_imgspot_img

Homens ganhavam, em 2021, 16,3% a mais que mulheres, diz pesquisa

Os homens eram maioria entre os empregados por empresas e também tinham uma média salarial 16,3% maior que as mulheres em 2021, indica a...

Escolhas desiguais e o papel dos modelos sociais

Modelos femininos em áreas dominadas por homens afetam as escolhas das mulheres? Um estudo realizado em uma universidade americana procurou fornecer suporte empírico para...

Ministério da Gestão lança Observatório sobre servidores federais

O Ministério da Gestão e da Inovação em Serviços Públicos (MGI) lança oficialmente. nesta terça-feira (28/3) o Observatório de Pessoal, um portal de pesquisa de...
-+=