terça-feira, fevereiro 7, 2023
InícioÁfrica e sua diásporaAfro-brasileirosPrêmio Abdias Nascimento: Prorrogado o prazo para inscrições de conteúdos jornalísticos que...

Prêmio Abdias Nascimento: Prorrogado o prazo para inscrições de conteúdos jornalísticos que promovam a igualdade racial

A 2ª edição do Prêmio Nacional Jornalista Abdias Nascimento teve o prazo de inscrições estendido até o próximo dia 21 de agosto. Ao todo são sete categorias e o vencedor de cada uma receberá R$ 5 mil.

A ação é uma iniciativa da sociedade civil e tem por objetivo reconhecer a produção de conteúdos jornalísticos alinhados ao propósito de prevenção, combate e eliminação de todas as formas de manifestação do racismo e discriminação racial no País.

Para o presidente da Fundação Cultural Palmares, Eloi Ferreira de Araujo, o prêmio é uma continuação do legado deixado por Abdias Nascimento, uma personalidade que, segundo ele, devido a suas qualidades, enche de orgulho a comunidade negra e não negra do Brasil e do mundo.

Participação

Podem se inscrever autores de matérias ou reportagens em língua portuguesa publicadas e/ou veiculadas, em primeira edição, nos meios de comunicação de todas as regiões do país. Para participar, é obrigatório que o jornalista possua registro profissional.

Os trabalhos inscritos poderão ser pautados pelos seguintes temas: mercado de trabalho, desenvolvimento sustentável, saúde da população negra, juventude negra, ações afirmativas, intolerância religiosa e desigualdades, entre outras questões centrais dentro da temática e da agenda atual de combate ao preconceito.

A cerimônia de entrega do Prêmio está marcada para novembro, na cidade do Rio de Janeiro. O troféu teve sua concepção inspirada em Abdias Nascimento e nas realizações que este ícone no combate ao racismo fez ao longo da vida no teatro, na política e na militância.

Agenda positiva

Uma das principais intenções do prêmio é estimular a cobertura jornalística qualificada sobre temas relacionados à população negra e incentivar medidas de combate às desigualdades socioeconômicas em função da raça no Brasil, constituindo assim uma agenda positiva que auxilie o enfrentamento do racismo com foco na inserção e no reconhecimento da temática negra na mídia brasileira.

A iniciativa é realizada desde 2011 pela Comissão de Jornalistas pela Igualdade Racial (Cojira-Rio) e do Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Município do Rio de Janeiro (SJPMRJ), contando ainda com o apoio Núcleo de Comunicadores Afro-brasileiros e da Diretoria de Relações de Gênero e Promoção da Igualdade Racial, entre outras organizações.

Acesse a página do prêmio, onde estão disponíveis o regulamento e a ficha de inscrição.

(Texto: Marcos Agostinho, Ascom/MinC)

 

Artigos Relacionados
-+=
PortugueseEnglishSpanishGermanFrench