sexta-feira, dezembro 9, 2022
InícioQuestões de GêneroProfessora expulsa aluna que levou filha a universidade e turma deixa sala...

Professora expulsa aluna que levou filha a universidade e turma deixa sala em protesto

A professora justificou alegando que "pessoas não matriculadas não podem ficar em sala de aula”.

Estudante de pedagogia da Universidade Estadual de Minas Gerais (UEMG) foi expulsa da sala de aula, pois precisou levar a filha de 6 meses para a faculdade. A professora justificou alegando que “pessoas não matriculadas não podem ficar em sala de aula”.

A aluna disse que, geralmente, o marido fica com a bebê, mas ele precisou trabalhar até mais tarde naquele dia, então, ela levou a filha para a aula, já que não encontrou ninguém que ficasse com a menina em cima da hora.

“Já ocorreram outros imprevistos, precisei levar ela comigo e fui super acolhida na faculdade. Então, a meu ver, não tinha nenhum impedimento para levá-la comigo”, conta a jovem.

Ela foi repreendida pela professora na frente dos colegas, que não aceitaram a decisão. Assim, os alunos da sala resolveram apoiar a menina e combinaram de sair da sala para ninguém assistir à aula da professora.

O caso ganhou repercussão e outros alunos da faculdade se uniram à estudante e fizeram manifestação pelo direito de educação das mães matriculadas na instituição. Mulheres protestaram com cartazes e entoaram: “Ah, não vou parar. Eu tenho filho, mas eu quero estudar!”.

Diante da repercussão negativa, a professora pediu desculpas à estudante em sala de aula, apesar de reiterar que a criança não poderia ocupar espaços da faculdade.

Artigos Relacionados
-+=
PortugueseEnglishSpanishGermanFrench